Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

documentação

Com gratuidade, espera por identidade aumenta 2 meses

10 JAN 14 - 00h:00da redação

Desde a imposição da gratuidade na emissão da primeira via da cédula da carteira de identidade, em Mato Grosso do Sul, aumentou em até dois meses e meio o prazo de entrega do documento se comparado com o sistema praticado antes, quando cobrava-se R$ 26,19 pelo serviço, informa publicação do jornal Correio do Estado.

Conforme a reportagem, depois de pagar, o cidadão ficava até oito horas aguardando pelo atendimento na fila, mais 45 dias. Hoje, pedir a carteira pela primeira vez leva de dois a quatro meses.

Dada a gratuidade, o governo estadual, por recomendação do Ministério Público, resolveu agendar o atendimento pela internet, meio de livrar a população das filas que se formavam em frente aos postos de identificação a partir das 4 da manhã até por volta do meio dia, de segunda à sexta-feira.

Ontem, por exemplo, o agendamento mais próximo no posto da região central era para o dia 7 de março. Já quem for pedir a primeira via da identidade no Aero Rancho terá de aguardar até o dia 26 de maio. Na unidade do Guaicurus, dia 13 de maio e no posto do Coronel Antonino, no dia 23 de maio.

O chefe da Identificação Rubens Cillis Pereira, disse que por dia ao menos 200 pessoas recebem atendimento nos postos. “É um número normal, como antes”, garantiu ele.

Indagado se a contratação de mais servidores poderia apressar a emissão das identidades, Pereira esquivou-se: “ah, isso não é comigo, é com o governo”.

A matéria é assinada por Celso Bejarano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Aonde estão as autoridades?"

ARTIGO

Rolemberg Estevão de Souza: "Prósul: uma iniciativa promissora para os interesses nacionais"

Diplomata
OPINIÃO

Normann Kallmus: "Previdência: o insustentável peso da realidade"

Economista-chefe da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande
PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 22/04/2019

Mais Lidas