Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

CORUMBÁ

Com goleada, Amigos é campeão da Série A do Amador

19 DEZ 2010Por DIÁRIO ONLINE16h:01

O Amigos é o primeiro time vindo da Série C da Copa Integração Popular a conquistar o título da principal competição amadora de Corumbá. Na noite deste sábado (18), o representante do bairro Popular Nova venceu a Associação Castro por 4 a 0 e levou, pela primeira vez em seus 6 anos de existência, o troféu transitório Edu Diniz. “Fomos vice da Série B duas vezes. Uma perdemos para o Aeroporto e outra para o João de Deus. Estamos há três anos jogando a primeira divisão e hoje somos campeões. Agora é comemorar”, disse ao Diário o presidente do clube, Claudinei Silva de Oliveira.

Grande responsável pela excelente campanha do Amigos – 9 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, com 47 gols pró e 20 contra – Niel também desequilibrou na final. Foram 2 gols e uma assistência do meia, que abriu mão de atuar no profissional para defender o verde e branco. “Fui cortado do amistoso contra o Botafogo. Depois disso ninguém me ligou. Até me procuraram bem depois, mas aí já tinha arrumado serviço e foi tarde. Fiquei meio afastado do grupo e preferi ficar aqui no Amigos mesmo”, comentou o atleta.

Para o meia-atacante, a goleada conseguida na final foi reflexo da união de todos os jogadores. “O determinante foi a garra de todo mundo. Nós nos fechamos e mostramos quem é o Amigos, um time de guerreiros. O campeonato mostrou isso. Viemos bem desde o começo e merecemos este título”, completou Niel. Do outro lado do campo, a tristeza foi ainda maior porque a Associação Castro jogava com a vantagem do empate, já que havia vencido o primeiro jogo por 2 a 1.

“Faltou o time entrar mais ligado. Os dois primeiros gols foram muito importantes para a vitória deles. Nossa equipe entrou um pouco dormindo em campo, só fomos reagir depois destes gols. No segundo tempo tivemos que sair em busca do placar, tivemos as oportunidades, mas sem a chance de concluir. Depois fomos inteiramente para frente e ficamos sujeitos a isso”, avaliou o atacante Du Monteiro. Mesmo aos 38 anos, atuando no futebol boliviano, ele continua vindo a Corumbá todos os anos para defender a equipe que leva o nome de sua família.

“Minha motivação é o esforço que minha irmã faz pela Castro. Ela é incansável. Neste momento que a gente perde, eu penso só nela. Na semana de jogo ela não dorme, acorda cedo para preparar as coisas. Mesmo com a derrota, vamos fazer nossa festa porque a gurizada representou a Castro muito bem neste ano”, afirmou Du, se referindo a Marizane Castro, presidente do time do bairro Dom Bosco. Fonte: Diário Corumbaense (www.diarionline.com.br).

Leia Também