SÉRIE A

Com golaço de W. Paulista, Cruzeiro bate Figueirense

Com golaço de W. Paulista, Cruzeiro bate Figueirense
16/06/2012 20:05 - terra


O Cruzeiro bem que sofreu no primeiro tempo neste sábado, mas voltou do intervalo melhor e foi em busca da vitória sobre o Figueirense no Estádio Independência, que veio com um golaço de Wellington Paulista. O triunfo por 1 a 0, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, deixou o time mineiro na vice-liderança, com 11 pontos. Além do atacante, o meia Souza também se destacou na partida, vindo do banco de reservas para fazer a bela jogada que terminou no único gol do jogo.

À frente do Cruzeiro, está apenas o Vasco, com 12 pontos. Até o fim da rodada, neste domingo, apenas Atlético-MG (10 pontos) e Grêmio (9 pontos) podem ultrapassar o time celeste. Já o Figueirense segue com seis pontos, na parte intermediária da tabela. Pela próxima rodada, o Cruzeiro pode ter a chance de fazer um duelo valendo a liderança contra o Vasco, no sábado, em São Januário. No dia seguinte, a equipe catarinense recebe o Bahia no Orlando Scarpelli.

Na capital mineira, o jogo começou com predomínio claro do Figueirense neste sábado. Logo aos 6min, Túlio já assustou os anfitriões, ao desviar bola na área que Fábio defendeu. Na sequência, o Cruzeiro ainda chegou com Montillo, que arrematou para fora perto do gol, mas o lance foi um dos poucos de perigo dos anfitriões no primeiro tempo.

A etapa inicial foi toda mesmo do time catarinense. Aloísio e Júlio César infernizaram a defesa celeste. O último ainda mais, já que cobrou uma falta de muito longe na trave e depois exigiu mais uma boa defesa de Fábio, em finalização da entrada da área.

O segundo tempo veio e com ele começou a brilhar a estrela do técnico Celso Roth. Logo na volta do intervalo, ele sacou Amaral, que não vinha bem, para a entrada de Leandro Guerreiro. Depois, ainda aos 11min, tirou Wallyson para colocar Souza em campo, substituição que mudaria o jogo de vez. O Cruzeiro, que já tinha voltado melhor para a etapa final, ganhou movimentação e velocidade com a entrada do meia.

Wellington Paulista, que já tinha ameaçado a meta catarinense em cabeçada, aos 11min, após cruzamento de Montillo, foi quem ajudou Souza a transformar a bela jogada do meia em gol. Aos 23min, Souza cortou a marcação na entrada da área e fez passe enfiado para o centroavante, que aplicou um drible encobrindo o goleiro e depois ainda completou para o gol vazio.

Em vantagem, o Cruzeiro se animou e seguiu pressionando o Figueirense, conseguindo um panorama completamente diferente da primeira etapa, quando uma vitória parcial do time catarinense não teria sido injusta. Até o apito final no Independência, Wellington Paulista ainda quase fez mais um, em cabeçada defendida pelo goleiro Wilson.
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".