Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Com estiagem, diminui infestação da doença

23 SET 2010Por 08h:22

bruno grubertt

A estiagem de quase dois meses reduziu os índices de infestação por larvas do mosquito da dengue, em Campo Grande, de acordo com levantamento feito pelos agentes da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Estudo feito de 30 de agosto a 3 de setembro mostrou que nenhum dos bairros teve o índice de infestação acima do que é aceitável pelo Ministério da Saúde.
No último relatório, divulgado em julho, seis bairros de Campo Grande apresentaram infestações consideradas preocupantes — Vila Cruzeiro, Monte Líbano, São Bento, Itanhangá Park, Jardim Bela Vista, Vila Carvalho e Vila Glória. Em todos eles o índice de infestação ficou em 1,5, ou seja, acima do que é aceitável, já que o órgão estabelece como limite máximo o índice 1.
No relatório atual, nenhum bairro registrou índice acima do aceitável. Apenas cinco deles estão no grupo de risco — Los Angeles, Universitário e Centro-Oeste com 0,5; Nova Lima, com 0,7 e Moreninhas, com 0,8. Mesmo assim, a Secretaria de Saúde esclarece que é importante manter os cuidados contra a proliferação do mosquito.

Leia Também