Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Com batata e alface elevação foi de 15%

28 ABR 10 - 20h:11

Aqueles que, além do arroz, feijão e bife, ainda incrementam o prato favorito do brasileiro com batata frita e salada de alface com tomate − muito comum em várias regiões do País, inclusive Campo Grande − passou a ter a refeição cerca de 15,8% mais cara nos últimos meses. Isso porque além das variações verificadas nos três primeiros produtos, todos os hortifrutis também tiveram acréscimos nos preços, e com percentuais surpreendentes quando colocados na ponta do lápis.

Segundo informações da Central de Abastecimento de Mato Grosso do Sul, Ceasa-MS, a batata, por exemplo, por conta das chuvas nas principais regiões produtoras, teve sua safra comprometida e com isso disparada nos preços, na ordem de 75%. A saca com 50 quilos vendida na Central passou de R$ 80 para R$ 140.

"Para o consumidor os valores não ainda maiores, considerando a margem de lucro média de 20% por quilo dos revendedores. Algumas são até maiores", explica o gerente da divisão de mercado da Ceasa-MS, Cristiano Chaves. Calculando os valores com o acréscimo do percentual apontado pelo gerente, os preços da batata passaram de R$ 1,92 para R$ 3,36 o quilo nos supermercados e verdureiros da Capital.

No caso da alface, a variação no trimestre foi ainda mais expressiva, de 120%. Por causa do excesso de chuvas nos primeiros meses do ano, a folhosa, no período subiu da média de R$ 0,99 o pé para R$ 2,19. Porém, alguns consumidores chegaram a pagar pela unidade valores na casa dos R$ 3, o que não foi muito raro em Campo Grande.

O mesmo aconteceu com o tomate, cuja média subiu de R$ 1,92 para R$ 2,88 no período (+50%). Mas houve campo-grandense que pagou até R$ 4 pelo quilo da fruta, dependendo da semana em que fez a compra. (AM)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mato Grosso do Sul lidera ranking de aumento de queimadas no País
DADOS DE SATÉLITE

MS lidera ranking de aumento de queimadas no País

Com salário de até R$ 26 mil, concurso atrai candidatos de todo o Brasil
RECORDE DE INSCRITOS

Com salário de até R$ 26 mil, concurso da Saúde atrai candidatos de todo o Brasil

DESABAFO

'O vício faz parte dos buracos que a gente tem na alma', declara Fábio Assunção

Carro capota às margens <br>de estrada e motorista morre
ACIDENTE

Carro capota às margens de estrada e motorista morre

Mais Lidas