Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PROBLEMAS 'BUROCRÁTICOS'

Com 33 obras emperradas, PAC não sai do papel em Campo Grande

Com 33 obras emperradas, PAC não sai do papel em Campo Grande
05/02/2014 00:00 - da redação


Aprovados há mais de seis meses, os empréstimos que poderiam mudar Campo Grande ainda não saíram do papel. Com problemas “burocráticos”, R$ 491,3 milhões estão parados e impedindo o início de 33 obras na cidade, incluindo quatro novos terminais de ônibus e recapeamento de dez avenidas. A informação é do jornal Correio do Estado.

A publicação informa que o dinheiro está disponível desde a seleção da Capital para integrar os beneficiados do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade e Grandes Cidades e do PAC-2 da Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas.

Com os empréstimos aprovados e sancionados, a Prefeitura então encaminhou os projetos específicos para o Ministério das Cidades. Mesmo com a verba disponível há mais de 1 ano, nenhuma obra prevista foi iniciada em 2013.

A Prefeitura defende que “problemas burocráticos” atrapalharam o processo, mas garante que as obras iniciam em abril deste ano. O Poder Executivo também emperra a liberação de R$ 59,6 milhões a serem repassados pela Caixa, já previsto no Orçamento Geral da União, para complementar o investimento no PAC da Mobilidade, totalizando um total de R$ 491,3 milhões parados.

A reportagem é de Vinícius Squinelo e Daniel Campos. 

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.