Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONVÊNIOS

Colônia japonesa terá R$ 511 mil do Governo do Estado

Colônia japonesa terá R$ 511 mil do Governo do Estado
25/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


O governo do Estado vai beneficiar a colônia japonesa sul-mato-grossense com a assinatura de três convênios que juntos somam R$ 511.225,66. Esses recursos serão repassados por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e da Fundação do Desporto e Lazer de MS (Fundesporte) e irão custear reformas e construções de espaços destinados à cultura e ao esporte.

A cerimônia será realizada às 8h30min desta terça-feira (25), na Governadoria, com as participações do presentes o governador André Puccinelli, do presidente da FCMS, Américo Calheiros e os presidentes da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande, Acelino Sinjo Nakasato; da Associação Okinawa de Campo Grande, Nilton Kiyoshi Shirado e da Associação Cultural Nipônica de Fátima do Sul, Reginaldo Tago.

Os convênios a serem assinados são: R$ 289.925,66 para a Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande (para adequação de banheiros, instalação de sistema de prevenção a incêndios e outras reformas na sede da entidade) e mais R$ 122.400,00 destinados à mesma associação (para a construção de duas quadras de tênis); R$ 98.900,00 para a Associação Cultural Nipônica de Fátima do Sul (para custear a construção de um galpão destinado aos eventos culturais da entidade).

Valorização da cultura japonesa

De acordo com o presidente da Fundação de Cultura, Américo Calheiros, os convênios com as colônias japonesas em Mato Grosso do Sul são uma “forma de valorizar a tradição de um povo que muito enriqueceu e consolidou a cultura de nosso Estado nos mais diferentes aspectos, seja na arte, na culinária e até mesmo no esporte”.

=Ele lembra que a administração do governador André Puccinelli tem sido parceira nos principais eventos da comunidade nipônica sul-mato-grossense. “Nos últimos anos temos dado grande apoio em eventos como o Bon Odori, a Semana Cultural Japonesa, além dos projetos aprovados por meio do FIC e outros tantos promovidos pela própria Fundação de Cultura”, diz Américo.

O presidente da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande, Acelino Sinjo Nakasato, afirma que a parceria com o governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura “tem sido fundamental para a valorização da cultura japonesa em nosso Estado”. A opinião é compartilhada por Nilton Kiyoshi Shirado, presidente da Associação Okinawa da Capital. “Estamos conseguindo manter vivas várias de nossas tradições graças ao apoio que recebemos da administração estadual. Esperamos que essa parceria continue”, finaliza.

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!