Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DOURADOS

Colheita de milho terá início em dez dias

19 JUN 12 - 00h:00Cícero Faria, de Dourados

Com a aproximação do inicio da colheita da 2ª safra de milho na região de Dourados aumenta o otimismo e a expectativa de uma safrinha cheia, com produtividade acima da média. O clima tem sido o principal aliado das lavouras e, como está tudo transcorrendo dentro da normalidade, dentro de dez dias os produtores começam a colher das primeiras áreas.

De acordo com a assistência técnica, ainda em junho de 5 a 10% da área de milho estarão colhidos, com os trabalhos atingindo as lavouras plantadas na segunda quinzena de fevereiro. E ao redor de dez de julho, todas as colhedoras estarão nos campos devendo ser confirmada uma safra recorde do grão.

Junho foi um mês de poucas chuvas. Apenas 18,6 milímetros, mas o clima ameno – até com ameaça de geada, evitou a evaporação da umidade do solo. Mas a partir de hoje, as previsões meteorológicas são de tempo chuvoso na região Grande Dourados com o índice pluviométrico variando e 30 a 40 milímetros.

Essa quantidade de chuva seria suficiente para melhorar a maturação final do milho, já que não há previsão de frio. As lavouras estão em diversas fases, a maioria em “milho verde” e outras já secando. “Se nada de especial acontecer a colheita vai começar logo, com o pico ocorrendo em julho, quando é possível encerrar os trabalhos da safra de inverno”, explicou ontem o engenheiro agrônomo Sérgio Luiz Miranda.

Somente em Dourados a área é recorde do milho safrinha -- 120 mil hectares, que deverão render perto de 600 mil toneladas, diante do quadro climático favorável.

Aliada a boa produção, está o preço do grão. Mesmo com a chegada da colheita, os produtores apostam na demanda para manter as cotações em níveis razoáveis. Ontem em Dourados, a asca foi negociada a R$ 19, no disponível. Em Mato Grosso, por exemplo, onde está sendo colhida outra super safra o produto vale R$ 13, enquanto o preço mínimo do governo é de R$ 12,60. E o mercado daquele Estado já trabalha com possibilidade de cotação do milho a R$ 10, para um custo de produção de R$ 15. Em Dourados, as projeções indicam R$ 17 a saca em agosto. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro veta bagagem gratuita em voos domésticos, diz Planalto
FRANQUIA

Bolsonaro veta bagagem gratuita em voos domésticos, diz Planalto

Especialistas debatem sanidade na produção de suínos
SUINOCULTURA MS

Sanidade é tema de evento sobre produção de suínos

Drogas e bebidas matam três indígenas por semana
EM DOURADOS

Drogas e bebidas matam três indígenas por semana

Hackers devem ser presos, diz ministro do STF sobre invasão de celular
MENSAGENS VAZADAS

Hackers devem ser presos, diz ministro do STF sobre invasão de celular

Mais Lidas