Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

CNJ pode investigar magistrados suspeitos de fraudes

21 AGO 2012Por G117h:02

A corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Eliana Calmon, pediu nesta terça-feira (21) a abertura de processo disciplinar para apurar a conduta de dois magistrados de Rondônia, suspeitos de integrar esquema que teria desviado cerca de R$ 358 milhões dos cofres públicos.

Segundo o CNJ, as supostas fraudes consistiram no desvio de valores relativos a precatórios, que são dívidas trabalhistas de entes públicos.

Eliana Calmon pediu a manutenção do afastamento do desembargador Vulmar de Araújo Coêlho Júnior, do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-14), e do juiz Domingos Sávio Gomes dos Santos, da 7ª Vara do Trabalho de Porto Velho, que já estão fora da função desde junho por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A abertura de processo disciplinar e o afastamento dos magistrados não chegaram a ser analisados em razão de pedido de vista (mais tempo para analisar o processo) de um corregedor do conselho.

Um processo disciplinar pode levar a punições que vão desde censura até a aposentadoria compulsória.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também