segunda, 16 de julho de 2018

Clubes irregulares podem perder a vaga no Estadual

17 JAN 2011Por 00h:00

Faltando menos de dez dias para a data-limite de divulgação da tabela e redação final do Campeonato Sul-Mato-Grossense de 2011, algumas equipes ainda estão com situação pendente junto à Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), casos como de Costa Rica, Corumbaense e Rio Verde.

Segundo o presidente da federação, Francisco Cesário de Oliveira, as agremiações precisam estar em situação regular na CBF e federação local para fazer valer o direito de disputar a competição. "Existe um prazo, 24 de janeiro, e se não for cumprido, não tem como a federação fazer nada e quem estiver sem condições de jogo, estará fora da competição", argumentou o dirigente.

De acordo com Cesário, caso alguma equipe não consiga cumprir as exigências, o ranking da Série B de 2010 será utilizado para preenchimento de vaga, entretanto os times também precisam estar com situação regular. "Hoje o líder do ranking da Série B é o Operário e caso uma vaga seja aberta, por direito ele pode solicitar a mesma até dia 24, mas precisa estar sem pendência junto à federação e CBF", disse o presidente da federação local.

Para regularização de times da Série B, o prazo-limite é hoje, pois amanhã, às 9h, acontece o arbitral da competição na sede da federação de futebol.

Caso cumpra as exigências junto as duas entidades, o Operário, através de seu presidente, algum diretor ou até mesmo de qualquer torcedor pode solicitar a vaga junto à federação. "Qualquer um pode pedir a vaga, se existente, para o Operário, entretanto o clube precisa estar em dia com suas obrigações, fato que atualmente acontece", comentou o dirigente.

Procurado pela equipe de reportagem para comentar a situação do clube, o presidente do Operário, Antônio Vieira não foi encontrado e o celular estava desligado. (JP)

Leia Também