Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL

Clube dos 13 estimula racha no Corinthians

Clube dos 13 estimula racha no Corinthians
26/02/2011 19:00 - R7


Os dirigentes do Clube dos 13 esperam que e temor de uma saia-justa dentro do Corinthians faça com que o presidente Andrés Sanchez desista da desfiliação anunciada na última quarta-feira (23).

O argumento de dirigentes da entidade é que uma decisão como essa não pode ser tomada de forma arbitrária por Andrés, mas deve ser avalizada pelo Cori, o Conselho de Orientação, que fiscaliza as ações do presidente.

O problema é que o órgão é presidido por Antonio Roque Citadini, um dos principais desafetos de Sanchez no Parque São Jorge. Um trecho do estatuto corintiano diz que o Cori deve decidir, "por proposta do Presidente da Diretoria, sobre a filiação ou não do Corinthians às entidades desportivas de hierarquia superior, e alteração substancial nos vínculos de relações sociais ou desportiva com associações congêneres".

O ex-vice-presidente de futebol Rubens Gomes, membro do Cori, observa que Sanchez terá de acionar sua base política e dialogar com Citadini, fato raro nos últimos anos.

- O Andrés acha que por ser um regime presidencialista ele pode tomar certas decisões sozinho. Mas não é bem assim. O Conselho não só tem poder para brecar decisões do presidente como pode até encaminhar sua destituição para uma Assembleia Geral.

O advogado do Corinthians, Luiz Fernando Santoro, contesta a interpretação dos opositores. Para ele, o trecho do estatuto não faz referência ao Clube dos 13.

- Esse artigo em questão trata de "entidades desportivas de hierarquia superior". O Clube dos 13 não se encaixa nessa condição, que é ocupada por entidades reconhecidas pelo desporto nacional, como federações e confederações.

A briga do Corinthians com o Clube dos 13 diz respeito à negociação dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro entre 2012 e 2014. A entidade propôs uma concorrência que foi questionada por vários clubes - além do Corinthians, o Coritiba também deixou o Clube dos 13 e os quatro grandes cariocas disseram que vão negociar por conta própria a transmissão de seus jogos.

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...