Sábado, 16 de Dezembro de 2017

IRAQUE

Clérigo xiita Moqtada al-Sadr anuncia saída da política

16 FEV 2014Por FOLHA PRESS23h:00

O clérigo xiita iraquiano Moqtada al-Sadr anunciou hoje que está deixando a política no país. Ele foi o chefe de uma das milícias armadas que combateram contra as tropas americanas durante a ocupação dos Estados Unidos no país, terminada em 2011.

Em comunicado, o religioso afirmou que não vai interferir mais nos assuntos políticos e anunciou o fim das atividades de todos os escritórios associados às atividades políticas, sociais e religiosas. "Não há um bloco que nos represente a partir de agora o governo ou no Parlamento."

O motivo da decisão, segundo Sadr, é preservar a reputação de sua família e dar fim a "qualquer corrupção no passado e que possa ocorrer no futuro". O anúncio é feito dois meses antes das eleições para o Parlamento iraquiano.

A organização manterá, no entanto, 19 instituições em cidades como Bagdá, Najaf e em Qom, no Irã, com gestão própria ou compartilhada. Moqtada al-Sadr lidera uma das correntes que formavam a base aliada do primeiro-ministro xiita Nouri al-Maliki.

Entre 2003 e 2011, o clérigo radical liderou a ala militar conhecida como Exército al-Mahdi, uma das milícias mais ativas na insurgência contra as tropas americanas. A entidade se dissolveu em 2011, após acusações de atentados contra sunitas e curdos. 

Leia Também