Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 17h02min

Em 8 anos

Classe C gasta mais com alimentação

10 MAR 11 - 09h:32Infomoney

Em 2010 a classe C gastou mais de R$ 189 bilhões com alimentação e bebidas. Considerando os últimos oito anos, esse valor é 372% maior, segundo dados divulgados pelo instituto Data Popular, especializado em classes emergentes. Em 2002, a classe C gastou pouco mais de R$ 40 bilhões com esses itens.

A maior parte do montante gasto com alimentos e bebidas foi com alimentação em casa. Ao todo, a classe C gastou R$ 137,123 bilhões com produtos que compõem esse grupo. Frente a 2002, quando foram despendidos R$ 31,889 bilhões, houve aumento de 342%.

Comer fora de casa também passou a fazer parte da rotina desses consumidores. O aumento dos gastos com refeições fora do lar foi de 700% em oito anos. Ao todo, foram gastos R$ 39,973 bilhões em 2010, contra R$ 5,276 bilhões em 2002.

Com bebidas, os gastos alcançaram R$ 11,977 bilhões no ano passado, contra R$ 2,84 bilhões em 2002 – um aumento de 321%.

Alimentos e bebidas por região

Entre as regiões, a Sul foi a que mais avançou nos gastos com os produtos do grupo alimentação e bebidas. Os consumidores da classe C que vivem nessa região gastaram R$ 30,430 milhões com esses itens, um aumento de 649% frente a 2002, quando foram despendidos R$ 7,058 bilhões.

A região Sudeste registrou a menor aceleração dos gastos da nova classe média brasileira com esses itens, porém é nela onde se verifica o maior valor despendido com produtos desse tipo em 2010: R$ 93,89 bilhões, contra R$ 22,60 bilhões em 2002 – uma elevação de 315%.

No Centro Oeste, os consumidores da classe C gastaram R$ 13,696 bilhões no ano passado, contra os R$ 2,497 bilhões gastos em 2002. No Norte, a classe média direcionou R$ 12,359 bilhões para alimentos e bebidas – um avanço de 638% na comparação com 2002 (R$ 1,678 bilhão). E no Nordeste, o valor chegou a R$ 38,698 bilhões, contra R$ 6,172 bilhões de oito anos antes.

Segmentando os valores, os consumidores da classe C da região Sudeste foram os que mais gastaram com alimentação dentro e fora de casa: R$ 66,88 bilhões no primeiro caso e R$ 20,59 bilhões no segundo caso. Com bebidas, esse segmento da população gastou R$ 6,42 bilhões no ano passado somente nesse região, como mostra a tabela a seguir.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Desbloqueio de rio pela PF resulta   em confronto com manifestantes
RIO PARAGUAI

Desbloqueio de rio pela
PF resulta em confronto

PM encontra 185 quilos de droga em residência no bairro Itamaracá
TRÁFICO

PM encontra 185 kg de droga em residência no Itamaracá

Governo espera resultado de prova para avaliar novo concurso
PROFESSORES

Estado espera resultado para avaliar novo concurso

Militares e PSL disputam sucessão de Bebianno no governo Bolsonaro
BRASIL

Militares e PSL disputam sucessão de Bebianno no governo Bolsonaro

Mais Lidas