Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Civic LXL ensaia reação contra Corolla

23 ABR 10 - 01h:26
Fernando Miragaya, Auto Press

A Honda sentiu o golpe. No fim do ano passado, o Civic perdeu uma liderança de anos no nicho de sedãs médios, justamente para o arquirrival Toyota Corolla. Resultado de uma soma de fatores. Entre eles, a chegada do City, que canibalizou as vendas do Civic, e o surgimento de uma versão GLi do rival, com custo/benefício agressivo. E justamente para fazer frente a esta reação do Corolla, a Honda tratou de bolar uma nova configuração intermediária para seu três volumes. Esta é a razão de ser da LXL que chegou no começo do ano com ambições de concentrar a maior parte do mix de vendas totais do Civic.

A Honda, naturalmente, não fala em metas para aumentar a comercialização do modelo. Mas deixa claro que quer melhorar a distribuição dentro da gama com a nova versão intermediária. Antes, a básica LXS concentrava 95% das vendas e o restante ficava com a topo de linha EXS. Agora a perspectiva é de que a estreante LXL passe a responder por 75% de participação. Com isso, a LXS passaria a ter 20% e a EXS manteria seus 5%. Para tanto, a marca aposta em uma relação entre preço e vantagens bastante superior, tal qual fez sua rival com o Corolla GLi. A ponto de o Civic LXL começar em R$ 69.950 na mecânica e R$ 75.225 na automática. Menos de R$ 1 mil mais caro que a de entrada LXS, cujos preços são R$ 69.260 e R$ 74.430.

Mais equipamentos
Os poucos reais a mais também se refletem nos raros equipamentos adicionais. A LXL recebe, além da versão inicial, retrovisores com luz indicadora de direção, abertura de porta-malas na chave, rodas de liga leve, aro 16 com design exclusivo, volante com acabamento em prata, controle de áudio no volante, alto-falantes com tweeter e acabamento interno nas alças e na tampa do porta-malas. A derivação automática conta com paddle-shift. Os itens se juntam aos itens de toda a gama: airbag duplo, freios com ABS, ar, trio, banco do motorista e coluna de direção com ajustes de altura e de profundidade, rádio/CD/MP3, controle de cruzeiro, entre outros.

Além disso, a linha 2010 do Civic passou a contar com direção elétrica e sistema de ar-condicionado com novo compressor e condensador – o computador de bordo continua sendo exclusivo da versão top EXS. De quebra, a central eletrônica foi reprogramada e conta com um novo sensor de marcha lenta. A marca diz que, para um conjunto mecânico mais leve, as trocas agora podem acontecer em giros mais baixos, prometendo um rodar com mais suavidade. Argumentos para tentar virar novamente o jogo para cima do Corolla. A briga, porém, não será nada fácil. O Corolla GLi, modelo com o qual o Honda Civic LXL justamente bate de frente, custa R$ 64.750 na versão mecânica e R$ 68.760 na automática.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Justiça mantém Jamil Name na prisão
MILÍCIA ARMADA

Justiça mantém Jamil Name na prisão

PACOTE

Lei anticrime entra em vigor hoje

Projeto foi sancionado pelo governo em 24 de dezembro de 2019
Novos conhecimentos
TELEVISÃO

Novos conhecimentos

Coluna com dicas e novidades <br>sobre automóveis
CARMAIS

Coluna com dicas e novidades
sobre automóveis

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião