Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Citroën antecipa substituto do C4 Pallas

20 JUN 2012Por ig13h:15

A Citroën deu um salto duplo ao anunciar nessa terça-feira (19) ao anunciar dois novos carros. O sedã C4 L, a versão três volumes do C4 europeu (uma geração a frente do C4 à venda no Brasil), puxa o bonde de novidades da marca francesa, que tem ainda o C-Elysse, um sedã compacto de baixo custo baseado no Peugeot 301 – Peugeot e Citroën formam o Grupo PSA.

C4 L e C-Elysse, segundo a montadora, serão lançados no final deste ano primeiro na China e, a partir do início de 2013, na Rússia - outros mercados ainda não foram mencionados pela empresa.

Substituto do Pallas?

O C4 L, embora a marca não confirme, é uma aposta para substituir o C4 Pallas fabricado em El Palomar, na Argentina e cuja atuação na categoria está cada vez mais discreta no mercado brasileiro. E o novo sedã tem recursos para se dar bem.

Segundo informa a fabricante, o C4 L terá como opções de motores nos mercados chinês e russos os blocos 1.8 VTi (turbodiesel) de 135 cv e o elogiado motor 1.6 THP em versões de 150 cv e 170 cv. Esse propulsor, criado em parceria com a BMW - o novo Série 1 tem o mesmo motor - é uma das vedetes da PSA no momento. Outro destaque é o câmbio automático de seis marchas com comando sequencial.

Fora a mecânica que promete agradar, o novo sedã médio francês também vem com uma boa lista de equipamentos, que inclui mimos como tela de LCD no painel com GPS e DVD, itens de segurança ativa e passiva, faróis de xenônio e ar-condicionado automático. O porta-malas ainda tem espaço para 440 litros.

C-Elysse, o Citroën emergente

Aproveitando seu estreito laço com a Peugeot, a Citroën tomou emprestado da marca do leão o sedã compacto 301, apresentado em maio, e criou o C-Elysse. E a versão com os chevrons na grade segue a mesma receita do modelo de sua “irmã”, com uma plataforma e carroceria em medidas adequadas para o segmento em mercados emergentes e recursos gerais idem, como a lista de equipamentos e a motorização.

Apesar de menor que o C4 L, o Elysse possui um porta-malas maior: leva 506 litros. Mas o espaço interior é menor, uma vez que a distância entre-eixos fica em 2,65 metros. A marca também promete equipar o carro com visor colorido no painel, com informações sobre áudio e GPS, e ar-condicionado com comando digital.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também