Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Cissa Guimarães crê em punição para atropelador de seu filho após condenação de PMs

25 AGO 2012Por g104h:00

Um dia após a condenação dos ex-PMs Marcelo José Leal Martins e Marcelo de Souza Bigon, acusados de receber suborno para liberar os envolvidos no atropelamento de Rafael Mascarenhas, a atriz Cissa Guimarães se mostrou aliviada e confiante na punição dos acusados da morte de seu filho. A atriz disse ao G1, nesta sexta-feira (24), que espera a anulação da sentença que permitiu que Rafael Bussamra, atropelador de seu filho, não fosse a júri popular.

Na noite de quinta-feira (23), os ex-PMs foram condenados pela Justiça Militar a cinco anos de reclusão, em regime semiaberto. Por unanimidade, o júri entendeu que eles praticaram os crimes de corrupção passiva, descumprimento de missão e falsidade ideológica. Os advogados dos réus adiantaram que vão recorrer da sentença. Marcelo Leal e Marcelo Bigon foram expulsos da PM em outubro de 2010, três meses após a morte de Rafael. Os dois vão poder esperar o resultado do recurso em liberdade.

“Apesar de saber que os PMs vão responder em liberdade, senti a justiça começando a ser feita. Não só pela memória do meu filho, mas por todos nós, por uma certa dignidade que a gente não consegue ter. Por unanimidade, o Tribunal Militar entendeu que os PMs praticaram corrupção passiva, logo entendo que para isso existiu por parte do motorista e seu pai o crime de corrupção ativa. Está mais do que claro que eles corromperam os policiais para fugir de um homicídio, para fugir de um crime”, desabafou Cissa Guimarães.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também