Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RESTAURANTES

Cirurgia bariátrica pode resultar em descontos

Cirurgia bariátrica pode resultar em descontos
03/03/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Projeto de lei apresentado na semana passada prevê a obrigatoriedade em restaurantes à la carte e rodízio de concessão de desconto para as pessoas que foram submetidas a cirurgia bariátrica, operação para a redução de estômago.

Pela proposta, esses restaurantes serão obrigados a conceder desconto de 50% no preço do rodízio para as pessoas que tiveram o estômago reduzido através de cirurgia bariátrica ou qualquer outra gastroplastia.

A deputada Mara Caseiro (PTdoB), autora do projeto, explicou que a intenção é ajudar financeiramente essas pessoas e incentivá-las a manter suas dietas.

“Para quem fez a cirurgia seria uma forma justa de permitir a eles a participação em almoços e jantares familiares e rodinhas com os amigos, sem que isso venha lhes pesar financeiramente, pagando apenas pelo consumido, o que certamente também os levaria ao incentivo para permanecer em suas dietas recomendadas à partir da nova vida após a intervenção cirúrgica”, justificou.

Para ter direito ao benefício, o cliente deverá comprovar sua condição através da apresentação de laudo médico ou declaração de médico responsável inscrito no CRM (Conselho Regional de Medicina).

Os restaurantes também serão obrigados a fixar cartazes divulgando os direitos estabelecidos na lei. Para o caso de descumprimento, a sanção prevista é de multa no valor de R$ 1.000,00, cobrada em dobro em caso de reincidência.

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!