quinta, 19 de julho de 2018

TRÂNSITO

Ciptran lança nova ferramenta de registro de acidentes

26 OUT 2010Por NOTÍCIAS MS17h:43

A partir do dia 3 de novembro, os condutores envolvidos em acidentes de trânsito com danos materiais já poderão utilizar a nova ferramenta para registro de acidente. A novidade estará disponível na próxima semana no site da Polícia Militar: www.pm.ms.gov.br .

Para facilitar o acesso à ferramenta, a Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito (Ciptran) fará o lançamento desse novo link no auditório da Companhia às 9 horas no dia 3 (quarta-feira). De acordo com o comandante da Ciptran, major Alírio Vilassanti, a intenção do lançamento é orientar a população de como utilizar a nova ferramenta para registro do acidente. “Vamos lançar na próxima semana, para mostrar o passo a passo de como será feito o registro”, afirma o major.

O comandante da Companhia explica ainda que o objetivo da nova ferramenta é facilitar a vida da população. “Atualmente, os policiais que vão atender uma ocorrência de trânsito levam cerca de uma hora para preencher o boletim que é um documento complexo e detalhado. Essa nova opção proporciona maior comodidade, pois os condutores podem preencher em casa”, afirma o comandante.

A nova medida poderá ser realizada por cada um dos envolvidos no acidente de trânsito. O condutor deverá estar munido da Carteira de Habilitação e documentos do veículo para que possa preencher os dados disponibilizados pela ferramenta. É importante lembrar que essa nova medida não abrange acidentes que envolvam crime de trânsito por embriaguez, homicídio culposo, lesão corporal, menores condutores e acidentes com veículos oficiais.

De acordo com o major, além de facilitar e promover a comodidade da população, os dados da ferramentas poderão servir de parâmetros para a melhoria do trânsito na Capital. “Por exemplo, se há muitos acidentes em um mesmo local, a companhia terá acesso e poderá trabalhar nesses dados para a melhoria de sinalização, se esse for o caso”, observa o major.

Os boletins de ocorrência nesse caso são usados para acionar a seguradora do veículo, e em caso de ação judicial, o documento pode ser usado como prova. Essa nova ferramenta será validada pela Companhia de Trânsito.

Leia Também