Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

TRÂNSITO

Ciptran faz campanhas de sensibilização

18 MAI 2011Por da redação11h:45

O alto índice de acidentes, com vítimas fatais, ocorridos nas principais vias públicas do município de Campo Grande foi o tema abordado durante o pronunciamento da Capitã da Polícia Militar, Itamara Romeiro Nogueira, sub-comandante da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran).
A convite do vereador Clemencio Ribeiro (PMDB), Itamara Nogueira destacou dados relevantes quanto à falta de conscientização e sensibilização de motoristas e motociclistas da Capital. Segundo a Capitã, fatores como imprudência e abuso de velocidade têm sido recorrentes nas causas de mortes em acidentes. “Todos os órgãos competentes de trânsito são responsáveis e têm o dever de promover a educação para o transito, para diminuir os acidentes”, disse a Capitã.
De acordo com informações do IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - o trânsito mata mais de 35 mil pessoas por ano, deixando 500 mil feridos, além de ocasionar 100 mil mutilados. Ainda conforme os dados do instituto, esses acidentes causam um custo de R$ 28 bilhões. “Todos os acidentes têm infrações cometidas pelas vítimas e pelo menos 75% deles estão relacionados com falhas humanas e 25% ocorrem em função das condições do veículo, além de visibilidade inadequada, consumo de álcool dentre outros. Em 2008 houve 83 acidentes com vítimas fatais, em 2009 foram 61 e em 2010 foram registrados 56 mortes em acidentes. A rígida fiscalização no tocante a Lei Seca tem proporcionado a realização de operações de fiscalização”, lembrou a Capitã.
Para o presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB), o abuso de bebidas alcoólicas é a grande vilã dos acidentes de transito e por isso deve ser combatido com mais intensidade. “Como médico, sei que o consumo de álcool tira as reações, os reflexos do motorista. Como disse o prefeito Nelson Trad Filho, os acidentes se tornaram uma epidemia na nossa cidade, mas reconheço que vocês estão empenhados. O que precisamos é intensificar as fiscalizações com ações mais rigorosas nas conveniências e postos de combustíveis da cidade”, ressaltou Siufi. “Até hoje não teve uma compra de material didático na área de educação de transito. É uma luta incansável e tem de ser de cada cidadão, de cada homem público que se predispôs a servir o cidadão”, disse a vereador profª Rose.
Ao se pronunciar o parlamentar Ribeiro disse “me preocupo muito com o transito na capital, tem de ter mais campanhas de fiscalização para reduzir a velocidade ou fazer uma via para os motociclistas”, sugeriu Ribeiro.
Na oportunidade, Itamara Romeiro Nogueira informou que o governo esta investindo no aumento do efetivo de Policiais militares e na aquisição de viaturas, o que segundo a Capitã, possibilitará a realização de mais campanhas educativas nas ruas da cidade. “ A prioridade é atuar em locais onde a incidência de infrações é maior, realizar ações pontuais e direcionadas no âmago do problema, além de fazer cumprir a Lei Seca”, finalizou.

Leia Também