Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

ESTUDO

Cigarros “light” podem causar mais danos que os convencionais

21 OUT 2010Por 22h:31

Pesquisadores americanos provaram que os cigarros “light” podem ser tão perigosos, ou até mais nocivos, que os cigarros convencionais. Um estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, revelou que esse os cigarros comercializados com a marca “light” afetam o crescimento das células-tronco embrionárias mais que os demais.

Ao criarem esses cigarros, os fabricantes passaram a comercializar esses produtos como se eles fossem mais seguros que os convencionais. De acordo com Prue Talbot, autora do estudo, as análises mostram que a menor quantidade de substâncias cancerígenas nos cigarros “light” não reduz a toxicidade deles.

Segundo os cientistas, como atualmente não é possível medir a toxicidade em células embrionárias adultas, os pesquisadores fizeram as comparações utilizando células-tronco embrionárias.

- Essas células oferecem o melhor modelo para avaliar os efeitos tóxicos durante o estágio pré-natal de desenvolvimento, que é mais sensível a substâncias tóxicas.

Os pesquisadores descobriram ainda que a fumaça provocada pela queima do cigarro causa mais danos às células-tronco embrionárias do que a fumaça inalada - independente de o cigarro ser light ou tradicional.

- Estas informações devem ser levadas em conta quando forem estabelecidas regras de venda, publicidade e uso dos cigarros “light”.

FONTE: R7

Leia Também