Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

ciência

Cientistas do Reino Unido criam frango que não transmite gripe aviária

15 JAN 2011Por Canal Rural20h:47

Cientistas das universidades britânicas de Cambridge e Edimburgo criaram frangos geneticamente modificados para impedir a proliferação da gripe aviária, segundo reportagem publicada nesta sexta, dia 14, pela revista Science.

A publicação revelou que os pesquisadores desenvolveram com sucesso frangos transgênicos que não transmitem o vírus influenza para outras aves com as quais tenham contato. Isso oferece o potencial de deter surtos de gripe aviária em aves, protegendo assim a saúde de animais domésticos e reduzindo o risco de epidemias na população humana.

O estudo, que foi financiado pelo Conselho de Pesquisa de Ciências Biológicas e Biotecnológicas, descobriu que frangos geneticamente modificados infectados pelo vírus ficaram doentes, mas não transmitiram a gripe para outras aves mantidas no mesmo local. Isso ocorreu mesmo quando os outros animais não eram transgênicos.

Laurence Tiley, conferencista sênior em Virologia Molecular da Universidade de Cambridge, disse que "os frangos são potenciais hospedeiros que podem permitir novas cepas transmissíveis aos humanos."

– Impedir a transmissão do vírus nos frangos deve reduzir o impacto econômico da doença e reduzir o risco para pessoas expostas a aves infectadas. A modificação genética que descrevemos é um primeiro passo significativo no caminho para desenvolver frangos que sejam completamente resistentes à gripe aviária. Estas aves, em particular, são destinadas apenas para pesquisa, não para consumo – acrescentou ele.

A professora da Universidade de Edimburgo, Helen Sang, disse que "usar a modificação genética para introduzir mudanças genéticas que não podem ser alcançadas pelo melhoramento genético animal demonstra o potencial da tecnologia transgênica para melhorar o bem estar animal na indústria de aves." As informações são da Dow Jones.

Leia Também