Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

Diabetes

Cientistas descobrem gene que regula metabolismo

18 MAI 2011Por hypescience01h:00

Pesquisadores britânicos descobriram que um gene ligado a diabetes tipo 2 e níveis de colesterol é na verdade um gene “regulador”, que controla o comportamento de outros genes encontrados dentro da gordura no corpo.

A boa notícia é que a gordura desempenha um papel-chave na suscetibilidade a doenças metabólicas como obesidade, doenças cardíacas e diabetes, portanto a descoberta do gene regulador o torna um possível alvo para futuros tratamentos para combater essas doenças.

Os pesquisadores examinaram mais de 20.000 genes em biópsias de gordura subcutânea de 800 voluntárias gêmeas, e mais tarde uma amostra independente de 600 biópsias de gordura subcutânea de indivíduos islandeses.

O nome do gene encontrado, KLF14, já era ligado a diabetes tipo 2 e níveis de colesterol, mas, até agora, como ele fazia isso e seu papel no controle de outros genes era desconhecido. Os cientistas descobriram uma associação entre o gene KLF14 e os níveis de expressão de vários genes encontrados no tecido adiposo, o que significa que ele controla esses genes.

Os outros genes controlados por KLF14 são de fato ligados a um conjunto de características metabólicas, incluindo índice de massa corporal (que determina a obesidade), colesterol, insulina e níveis de glicose, o que destaca a inter-relação de características metabólicas.

Outra descoberta importante é que a atividade do gene KLF14 é herdada da mãe. Cada pessoa herda um conjunto de genes de ambos os pais, mas, neste caso, a cópia do KLF14 do pai é desligada, o que significa que a cópia da mãe é o gene ativo. Além disso, a capacidade de KLF14 de controlar outros genes também era totalmente dependente da cópia do KLF14 herdada da mãe (a cópia herdada do pai não tinha efeito algum).

O KLF14 parece agir como um controlador mestre de processos que contribuem para a diabetes e outras condições. O próximo passo da pesquisa é entender esses processos e como eles podem ser usados para melhorar o tratamento dessas condições.

Esse é o primeiro grande estudo que mostra como pequenas alterações em um gene regulador podem causar uma cascata de outros efeitos metabólicos em outros genes. Tal conclusão tem grande potencial terapêutico, ou seja, no desenvolvimento de novas terapias.[ScienceDaily]

Leia Também