Segunda, 11 de Dezembro de 2017

GENE DE ÁGUA-VIVA

Cientistas chineses criam primeiro suíno que brilha no escuro

30 DEZ 2013Por R700h:00

Cientistas da Universidade de Agricultura do Sul da China, na província de Guangdong, criaram o primeiro suíno que brilha no escuro após um cruzamento genético em embrião. No processo, os especialistas inseriram genes de água-viva com a ideia de que a experiência pode ajudar no desenvolvimento de remédios para humanos.

Ao todo, dez porcos nasceram com a mutação, e os cientistas afirmam que a longevidade deles é a mesma de um suíno comum. A técnica aplicada pelos chineses, contudo, foi desenvolvida inicialmente pelos cientistas da Universidade do Havaí e já foi usada por turcos em experiências com coelhos, de acordo com o site inglês DailyMail.

No apagar das luzes, o focinho dos porcos brilham, como mostra a foto acima. De acordo com o biólogo havaiano Stefan Moisyad, a experiência visa desenvolver remédios mais baratos à indústria e mais eficientes aos humanos.

— É apenas uma demonstração de que podemos ter um gene que não estava originalmente presente no animal e, agora, existe nele. [Para] os pacientes que sofrem de hemofilia e precisam as enzimas de coagulação do sangue, nós podemos fazer essas enzimas em animais de forma mais barata, em vez de uma fábrica onde vai custar milhões de dólares.

Leia Também