Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ciência sem Fronteiras recebe inscrição para bolsas em sete países

6 AGO 12 - 16h:43agência brasil

O governo federal abriu na tarde desta segunda-feira (6) as inscrições para oito editais de bolsas de estudos em graduação pelo programa Ciência sem Fronteiras. Há vagas disponíveis para sete países: Alemanha, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Estados Unidos, Holanda e Reino Unido (as universidades canadenses participam de dois editais). A inscrição pode ser feita pela internet até o dia 14 de setembro.

No mês passado, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, havia anunciado que Portugal também participaria da próxima chamada de estudantes. O país, porém, não foi listado no site do programa. O governo não divulgou o número de vagas abertas, mas o Ministério da Educação afirmou que os editais para estudar na Alemanha e nos Estados Unidos somam, juntos, 5.500 vagas.

O resultado da seleção será divulgado em 28 de novembro para os estudantes que viajarão em janeiro de 2013. Um segundo processo seletivo será feito entre o fim de novembro e abril do ano que vem, para bolsas a partir de julho de 2013.

De acordo com os editais, as bolsas de estudo terão duração de 12 meses, mas poderão ser prorrogadas por mais seis meses. O auxílio inclui passagem aérea de ida e volta, ajuda de custo para instalação no país, seguro-saúde e recurso para a compra de material didático, incluindo um computador portátil ou um tablet.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza
PRÉDIO RUIU

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Juiz extingue ação contra Alckmin por supostos desvios de R$ 3 bi do Fundeb

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião