Cidades castigadas pelas chuvas podem receber recursos federais

Cidades castigadas pelas chuvas podem receber recursos federais
23/01/2010 08:06 - FÁBIO DORTA


O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, reúne-se quarta-feira (27) com a bancada federal para definir socorro aos municípios de Mato Grosso do Sul castigados pelas chuvas, em especial Novo Horizonte do Sul, Ivinhema, Miranda, Aquidauana, Anastácio, Bela Vista e Vicentina. A informação é do coordenador da bancada federal, deputado Waldemir Moka (PMDB), que solicitou a audiência segunda-feira (18). Nesta semana, o Governo do Estado anunciou crédito suplementar de R$ 10 milhões para atender emergencialmente às localidades listadas em situação de emergência, mas apenas Novo Hozionte do Sul contabiliza prejuízos nesse montante. O município está praticamente destruído e com dificuldade para se reerguer por conta das erosões que tomam conta de ruas e vias de acesso à cidade. Waldemir Moka disse que espera a maioria dos deputados e senadores no encontro com o ministro da Integração Nacional para reforçar pedidos de ajuda. Ele defende a mesma forma de liberação de recursos adotada para socorrer Amambai, atingida em outubro por temporal de granizo. “A liberação do dinheiro para Amambai foi quase imediata. Espero que o mesmo seja feito agora em relação às cidades afetadas pelas chuvas”, afirmou. Até terça-feira (26) prefeitos deverão repassar à Defesa Civil relatórios detalhados dos problemas provocados pelas chuvas em cada município. Vai depender da agilidade dos administradores e da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil o caráter de urgência da audiência com Geddel Vieira Lima. “Pretendemos entregar farto material ao ministério a fim de demonstrar a urgência do atendimento das demandas”, explicou Moka. Convênios Na segunda-feira (25), o secretário do Desenvolvimento do Centro-Oeste, Carlos Henrique Menezes Sobral, virá a Campo Grande para assinar convênios com as prefeituras, relativos ao Orçamento da União de 2009. O governador André Puccinelli deverá aproveitar-se da solenidade para repassar o diagnóstico da situação dos municípios atingidos pelas chuvas em Mato Grosso do Sul.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".