segunda, 16 de julho de 2018

VOLTA DE SÃO PAULO

Ciclista de MS vence prova, mas não pode ser campeão

20 OUT 2010Por Eduardo Miranda05h:10



O ciclista douradense Magno Prado Nazaret venceu ontem a etapa de São Carlos, da prova contra o relógio do Tour Brasil/Volta Ciclística de São Paulo e já é o segundo na classificação geral da competição, a mais importante do País. Apesar da vitória, o sul-mato-grossense não pretende ser o campeão da competição, mas ajudar sua equipe, da cidade de Pindamonhangaba, e seu colega, Flávio Cardoso, que lidera a competição, e ficou em quinto na etapa de ontem.
“Me preparei muito para esta prova, que é minha especialidade. O resultado foi excelente”, afirmou Magno, que em um dos trechos de descida atingiu 100 km/h e ultrapassou dois atletas que largaram à sua frente. “Estou surpreso com essa marca constatada pelo comissário. Achei que tinha chegado no máximo a 90 km/h. O importante é que agora vamos trabalhar para o Flávio ser o campeão do Tour”, acrescentou Magno, que fez o percurso em 18min53s, média horária de 44,48 km/h.
Os ciclistas competiram em um circuito fechado de 14 km, com sol e temperatura variando entre 16 e 20 ºC. A cada minuto um atleta entrava no circuito. Os líderes foram os últimos a marcar tempo e tiveram um intervalo de dois minutos.
Flávio Cardoso manteve a liderança após ter chegado em quinto lugar. Até segunda-feira ele tinha vantagem de 1min15s sobre Magno Nazaret e agora tem apenas 29 segundos. “Meu objetivo era sair daqui como líder. O percurso foi desafiador, ainda mais com o forte vento”, declarou.
Benedito Tadeu, treinador de Pindamonhangaba, falou sobre a tática do time para o restante das etapas. “Vamos trabalhar para quem está na frente, que é o Flávio”.
A competição segue pelo interior do Estado de São Paulo até o próximo domingo.

Leia Também