Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Inclusão

Ciclismo pode 'adotar' o skate e ajudar modalidade a ser olímpica

6 ABR 2011Por UOL16h:05

O ciclismo está disposto a ajudar os skatistas a conseguirem um sonhado lugar nas Olimpíadas. Apesar da demora, uma espécie de adoção do esporte radical pela União Ciclística internacional (UCI) poderia resolver o impasse e incluir o skate mais rapidamente nos Jogos.

De acordo com Pat McQuaid, presidente da UCI, o Comitê Olímpico Internacional questionou sua entidade sobre a possibilidade de acomodar o skate em suas modalidades.

“Nós dissemos que sim”, afirmou ele, dizendo que poderia acomodar toda a modalidade na UCI. “As discussões ainda não estão avançadas. É apenas uma ideia que apareceu em discussão, devido ao sucesso do BMX, quando ele foi incluído no programa olímpico de Pequim, em 2008.”

O problema, fora a possível resistência da própria modalidade em se colocar abaixo de outra entidade, seria o limite de atletas que é respeitado para edições dos Jogos Olímpicos. Segundo McQuaid, Jacque Rogge, presidente do COI, não vai alterar os números, pelo menos até 2020.

Isso pode fazer com que o projeto demore mais do que o esperado, já que o ciclismo não está interessado em abrir mão de suas vagas já existentes.

Para o presidente da UCI, há muitas similaridades que aproximam as modalidades, nas suas disputas mais radicais.

“O skate usa os mesmos locais de provas que o BMX Freestyle. São estilos de vida semelhantes, que atraem os jovens e é importante conseguir isso”, completou o dirigente.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também