Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

ALAGAMENTOS

Chuvas no Sertão prejudicam agricultura e fazem riachos transbordarem

1 MAR 2011Por G122h:03

A chuva dos últimos dias tem dado prejuízos aos moradores da Zona Rural de Belém do São Francisco, no Sertão do Estado. A cidade fica às margens do Velho Chico. São quase 22 mil habitantes - a maioria sobrevive da agricultura. O riacho Tamboril, que dá acesso ao distrito de Ibó, transbordou.

Fazia que tempo que o agricultor João de Souza não via o riacho Tamboril transbordando desse jeito. “Eu acho que quebrou açude, com certeza. É muita água, choveu muito”, diz. Os pais do mototaxista Fábio Cavalcanti ficaram ilhados. “Foi muita água nas estradas. Está complicado o acesso às fazendas”, diz.

O motorista Afonso Nunes ganha a vida transportando os moradores da região. Ele passa o dia na estrada, mas, por causa da chuva, o trabalho foi interrompido. “Dá para seguir mais não, aí agora não passa mais. Não tem condições. Eu nem tinha visto essa quantidade de água aqui. Agora é ir para casa e esperar que o riacho baixe”, conta.

Previsão

De acordo com a meteorologista do Laboratório de Meteorologia do Estado (Lamepe, Franci Lacerda, essas chuvas vêm associadas aos sistemas que provocam chuvas no verão. “Nós estamos passando pelo processo invernoso na região do Sertão, por isso têm acontecido essas trovoadas, as chamadas ‘pancadas de chuva de verão’, que vêm com intensidade, por vezes superior a 10 mm em menos de 8h de chuva”, explica.

Já no Agreste, há uma previsão de que as chuvas fiquem em torno da normalidade. “O Agreste é uma região bastante complexa no ponto de vista climático, então ele pode sofrer grande variabilidade. A parte do Agreste que faz transição com a Mata e o Litoral, há um indicativo que pode haver chuvas acima da média”, diz.

Operação Inverno 2011


Representantes da Defesa Civil de 128 municípios estarão, nesta terça-feira (1º), no Recife, para uma reunião com a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe). No encontro, que acontece na sede do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), eles vão discutir sobre a Operação Inverno 2011.

“O que estamos fazendo é um cumprimento da determinação do Governo do Estado que visa fortalecer o sistema estadual de defesa civil. Então as secretarias irão apresentar as ações, tudo isso em forma de preparação para o período invernoso”, diz o coordenador da Codecipe Major Cássio Sinomar.

De acordo com ele, o Governo está fazendo um mapeamento das áreas de risco em todo o Estado. “O mapeamento vai dizer as vulnerabilidades de cada área, para que cada município tenha um planejamento mais adequado e mais eficiente”, explica.

Leia Também