domingo, 22 de julho de 2018

buscas

Chuvas deixam 13 mortos em São Paulo

12 JAN 2011Por SÃO PAULO00h:00

Em todo o Estado de São Paulo, a chuva da madrugada de ontem provocou a morte de 13 pessoas. O Corpo de Bombeiros retirou na tarde de ontem mais três corpos dos escombros de um deslizamento de terra que atingiu seis casas no Bairro Rio Comprido, em São José dos Campos (91 km de São Paulo), no Vale do Paraíba. Ao todo, cinco mulheres morreram no local. Elas tinham 54, 40, 29, 11 e 3 anos, respectivamente. As buscas pelos desaparecidos no local foram encerradas.

Além das cinco mortes em São José dos Campos, três pessoas morreram em um soterramento em Mauá, que também deixou dois feridos; duas pessoas, mãe e filha, morreram no Bairro do Jaçanã, na zona norte da capital paulista, após o desmoronamento da casa onde estavam; uma pessoa morreu soterrada em Embu, em região próxima ao bairro do Capão Redondo, na zona sul de São Paulo; um afogamento foi registrado  em Mogi das Cruzes; e um sem-teto foi arrastado pela enxurrada na avenida Nove de Julho, na capital, e morreu afogado. O homem foi socorrido à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a Prefeitura de São José dos Campos, o bairro onde aconteceu o deslizamento fica em área de risco e 170 pessoas precisaram deixar suas casas por conta das chuvas. Parte delas foi para casa de amigos e parentes e parte foi para a escola municipal do Rio Comprido. Ainda não se sabe exatamente o número de desabrigados.

O acidente aconteceu devido ao excesso de chuva na noite de anteontem, que fez com que um barranco deslizasse e atingisse as residências.

Duas meninas, Daiane Lucia Oliveira da Cunha, 16, e Thais Cristine Pereira Silva, 13, foram retiradas com vida, anteontem à noite, e encaminhadas ao Hospital Municipal de São José dos Campos. Elas permanecem internadas com fraturas.

Leia Também