Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

DESTRUIÇÃO

Chuvas causam prejuízos de R$ 12 milhões

1 OUT 2010Por DANIELLA ARRUDA00h:00



Prejuízos causados pelas chuvas, que desde domingo atingem Mato Grosso do Sul chegam à cifra de R$ 12,6 milhões, conforme balanço preliminar da Defesa Civil Estadual repassado ontem. Até o momento, nove prefeituras entraram em contato com o órgão para relatar os estragos decorrentes dos temporais e duas delas, de Naviraí e Três Lagoas, já encaminharam relatório com solicitação de recursos da ordem de R$ 6,1 milhões aos governos estadual e federal. As outras localidades afetadas pelas chuvas no Estado são Anaurilândia, Bataguassu, Batayporã, Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Santa Rita do Pardo.
No caso de Três Lagoas, onde vendaval registrado na última segunda-feira matou uma pessoa e afetou pelo menos 40 mil moradores, a prefeitura solicitou a antecipação de R$ 4 dos R$ 8 milhões pleiteados à Secretaria Nacional de Defesa Civil para recuperação de prédios públicos na cidade.
Segundo informações do coordenador da Defesa Civil Estadual e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz Elias, ficaram danificados no município três postos de saúde, uma clínica de atendimento à mulher e outra de especialidades médicas e três escolas municipais. Nesses prédios houve destelhamento, queda da cobertura de quadras esportivas, além de danos em equipamentos médicos, móveis e computadores. “Houve a solicitação desses recursos para a Secretaria Nacional de Defesa Civil, por causa do comprometimento do atendimento médico no município e também por causa dos alunos, que estão sem aulas”, disse o coordenador da Defesa Civil Estadual, informando que o relatório foi encaminhado anteontem para Brasília.
Além do pedido de ajuda financeira, a defesa civil também encaminhou para Três Lagoas, ontem à tarde, uma carreta contendo 200 kits com colchão, travesseiro, fronha, lenço, cobertor, toalha e mosquiteiro, visando atender às famílias impactadas pelo temporal.  
Já a prefeitura de Naviraí   pleiteia R$ 2,190 milhões em recursos para aquisição de telhas, que serão utilizadas na recuperação de 2.790 residências atingidas pelas chuvas acompanhadas de fortes ventos no domingo passado. Assim como em Três Lagoas, a cidade também recebeu ontem três caminhões da defesa civil estadual contendo kits de emergência, além de cestas básicas.
O coordenador da Defesa Civil Estadual aguarda o encaminhamento dos relatórios com extensão dos danos registrados nos outros sete municípios para então ter uma estimativa geral dos prejuízos causados pelas chuvas no Estado — por enquanto, afirmou, foi decretado estado de emergência nas cidades de Naviraí, Três Lagoas e Dourados. Informações preliminares dão conta de que em Santa Rita do Pardo, distante 267 quilômetros de Campo Grande, serão necessários pelo menos R$ 2,5 milhões em recursos, principalmente para recuperação de estradas vicinais.

Leia Também