Chuvas “anoitecem” manhã em Corumbá e causam transtornos

Chuvas “anoitecem” manhã em Corumbá e causam transtornos
09/02/2010 22:36 - SÍLVIO ANDRADE, CORUMBÁ


Fortes chuvas, iniciadas às 4h de ontem, com trovões e raios, assustaram o corumbaense, que vinha enfrentando um calor acima de 36 graus desde o início do mês. O Corpo de Bombeiros atendeu a oito ocorrências por alagamentos e em Ladário, cidade vizinha, o transbordamento do Córrego do Chico e a força da enxurrada derrubaram o muro do Clube Camala, situado ao lado do 6º Distrito Naval da Marinha. A terça-feira demorou a amanhecer em Corumbá. Ainda era “noite” às 7h e o centro da cidade estava iluminado e parcialmente vazio. O dia de ontem permaneceu nublado, mas as chuvas cessaram por volta de 9h. Segundo o serviço de meteorologia do Aeroporto Internacional o volume acumulado das precipitações chegou a 18,2 milímetros. Deve chover durante o carnaval. A Defesa Civil monitorou ontem de manhã as áreas de risco da cidade, situadas principalmente nas encostas próximas ao Rio Paraguai. Não houve necessidade de intervenções. Os alagamentos registrados ocorreram no Loteamento Pantanal e nos bairros Nova Corumbá, Nossa Senhora de Fátima, Popular Nova, Maria Leite e Santo Antônio.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".