segunda, 16 de julho de 2018

NOVAMENTE

Chuva volta a alagar casas e ruas na Capital

14 JAN 2011Por DANIELLA ARRUDA e MILENA CRESTANI 00h:00

Uma semana após um temporal assolar Campo Grande, a Capital voltou a registrar ontem chuva torrencial, que alagou residências no Jardim Aero Rancho e causou transbordamento do lago do Rádio Clube Campo, interditando o trânsito da Rua Spipe Calarge. Outras duas vias foram interditadas. Algumas ruas também foram tomadas pela enxurrada, no Residencial Oiti e Bairro Panorama, na região leste da cidade, assim como na Rua da Divisão, ligando os bairros Parati e Hortênsia, na região sul.

De acordo com Antônia Ribeiro da Silva, 61 anos, residente na Rua Carimbó, no Aero Rancho, a chuva de ontem alagou todo o quintal de sua casa e também invadiu a moradia de sua filha, situada no mesmo terreno. A casa vizinha também sofreu inundação. Segundo a moradora, obras de esgotamento sanitário para um condomínio residencial que está sendo construído próximo às casas teriam contribuído para o represamento da água da chuva, que em seguida transbordou, invadindo os imóveis. "Estão construindo um condomínio aqui perto e a rua está toda tampada por causa das obras. A prefeitura esteve por aqui, jogou umas pedras na rua, mas não adiantou", denunciou.

No Bairro Silvia Regina, queda de uma árvore bloqueou uma das pistas da Avenida Capibaribe, que liga as avenidas Duque de Caxias e Júlio de Castilhos, no início da manhã. No Jardim Betaville caiu um poste e uma árvore.

Interdições
Já por volta das 11h40min, agentes municipais de trânsito interditaram por medida de segurança o trânsito da Rua Spipe Calarge, entre a Rua Canadá e Avenida Interlagos, por causa do transbordamento do lago do Rádio Clube Campo. A água cobriu as duas pistas, obrigando motoristas a desviar por vias laterais, como a Rua da Rupia e Bom Pastor, para chegar à Avenida Interlagos. A passagem de veículos ficou interrompida no local por cerca de uma hora.

Segundo o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Rudel Trindade, também foi necessário interditar trecho da Avenida Guaicurus, em frente ao Museu José Antônio Pereira, e metade da pista da Avenida Ernesto Geisel, no sentido bairro-centro, em frente ao Fort-Atacadista. "As medidas foram adotadas preventivamente, mas não foram registrados prejuízos para população", afirmou.

Aeroporto
Durante toda a manhã, o Aeroporto Internacional de Campo Grande ficou operando por instrumentos por conta do mau tempo. Pelo menos dois voos — um que viria de Campinas (SP) e outro do Rio de Janeiro — atrasaram. Não foram registrados cancelamentos.

Leia Também