quinta, 19 de julho de 2018

RODOVIAS

Chuva provoca mais dois acidentes, com 4 mortes

14 JAN 2011Por Rose Rodrigues, Três Lagoas Silvia Tada, da Redação00h:00

Quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em dois acidentes registrados ontem em rodovias de Mato Grosso do Sul. Chovia na hora das ocorrências, o que pode ter contribuído para as colisões. Os acidentes aconteceram na BR-158, em Três Lagoas, onde três pessoas morreram, e na BR-060, entre Bandeirantes e Camapuã, em que uma pessoa morreu. Ainda anteontem, acidente causado pela chuva deixou um morto e 20 feridos.

Na BR-158, entre Três Lagoas e Selvíria, os ocupantes da motocicleta CG-150 Honda, Francisco Salustiano de Jesus, 26 anos, e José Nivaldo Pereira, de 36 anos, morreram no local. Já o motorista do Celta, com placas de Araçatuba (SP), Sidclei Machado Botti, morreu algumas horas depois de ser encaminhado ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. O acidente foi na madrugada de ontem. Os dois ocupantes da motocicleta são de cidades do Nordeste, nos estados do Maranhão e Alagoas, e o motorista do carro, do Espírito Santo.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma das causas prováveis do acidente pode ser a chuva. A suspeita é que a motocicleta tenha derrapado e por isso colidido de frente com o Celta. O motorista do Celta havia desembarcado em Araçatuba e alugado o carro para ir até um alojamento que fica às margens da rodovia, em Três Lagoas. No veículo Celta havia caixas com capacetes brancos e documentos, incluindo passagens aéreas.

A violência da colisão arremessou os corpos dos ocupantes da moto a uma distância de mais de 40 metros, o que, conforme informações da PRF, leva a crer que ambos estavam em alta velocidade.

 BR-060
Colisão entre um Fiat Uno com placas de Alcinópolis e um Voyage, de Chapadão do Sul, ocorrido próximo ao município de Camapuã, deixou uma pessoa morta e quatro feridas. Nairo Barcellos era ocupante do Uno e morreu no local. Duas pessoas de sua família, a esposa Maria Garcia Barcellos e a mãe, Agda Barcellos dos Santos, ficaram feridas, assim como o condutor, um advogado identificado como Cleidomar Furtado de Lima.

Chovia no momento da colisão. Informações de pessoas que estiveram no local indicam que os dois carros vinham em sentidos contrários e se tocaram, em uma reta. O Uno saiu da pista, enquanto o Voyage, conduzido por Antonio Dias Vaz, ficou atravessado na rodovia.

Uma ambulância de Chapadão do Sul passava pelo local e os socorristas pararam para ajudar as vítimas. Pessoas que passavam pelo local também ajudaram a retirar os ocupantes dos veículos. Eles foram levados para hospitais de Campo Grande e Camapuã.

Nairo era pai do cantor e compositor Airo Garcia Barcellos, que morreu no último dia 24 de dezembro, aos 37 anos. Ele deu entrada no Hospital Regional Rosa Pedrossian, na Capital, com quadro de falência dos rins e morreu em seguida. Em sua carreira artística, Airo compôs cerca de 250 músicas que foram gravadas por artistas como Daniel, Bruno & Marrone e João Bosco & Vinícius.

Leia Também