ESTUDO

Chocolate pode ajudar a manter agilidade mental de idosos

Chocolate pode ajudar a manter agilidade mental de idosos
15/08/2012 00:00 - bem estar


Comer um pedaço de chocolate por dia pode ajudar pessoas com mais de 70 anos a evitar doenças como a demência e o Alzheimer, informa uma pesquisa publicada na revista da Associação Americana do Coração nesta semana.

O chocolate amargo é rico em uma substância chamada “flavonoide”, que também é encontrada em outros alimentos, como uvas e o vinho tinto. O chocolate ao leite também tem flavonoides, mas em menor quantidade – além disso, ele também tem mais gordura.

Os cientistas já sabiam que esse composto é benéfico para a saúde do coração e que ele tem uma ação anti-inflamatória. Outros estudos investigam uma possível ligação entre a substância e a proteção contra o câncer.

A pesquisa publicada agora foi feita com 90 voluntários idosos saudáveis e mostra que os flavonoides agem também no cérebro, fortalecendo os neurônios e, com isso, protegendo a memória. Os cientistas também acreditam que eles podem facilitar o fluxo de sangue no cérebro.

Os resultados mostram que a cognição dos participantes do estudo melhorou, assim como a memória e a agilidade mental. Os voluntários que consumiram mais flavonoides tiveram os melhores índices. Além disso, a pressão arterial e a taxa de açúcar no sangue também melhoraram.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".