Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Açúcar

China, Rússia e Índia compram mais açúcar

17 NOV 2010Por VERA HALFEN04h:47

Os maiores compradores de milho foram a Índia, Portugal e a Espanha. Já os maiores volumes de açúcar foram vendidos para a Rússia, Índia e China. Segundo Barrigosse, o açúcar vai para 30 países em todo o globo. “A China, por exemplo, aumentou 55% seu volume de compras. Nosso vizinho, a Argentina, elevou 211%, por conta das compras de minério. Em 2009, a Argentina comprou US$ 102 milhões e nos primeiros nove meses deste ano, já vendemos US$ 246 milhões”.

Importações
Mato Grosso do Sul comprou 29% a mais de gás boliviano nestes primeiros dez meses do ano: US$ 1,7 bilhão, contra US$ 1,3 bilhão no ano passado. Neste ano, a importação de insumos para a tecelagem também foi significativa: US$ 42 milhões em 2009 para US$ 52 milhões. Os alimentos, vinhos e produtos especiais para fim de ano, também registram aumento.

Gargalo
A grande demanda por açúcar tem pejudicado, de acordo com Barrigosse, as operações de embarque no porto de Santos. “A infraestrutura do porto não acompanhou o aumento das exportações. O grande volume de açúcar está ‘engarrafando’ o porto e prejudicando a saída de outros produtos. Mato Grosso do Sul exporta 164 produtos diferentes pelo Paraná. No ano passado, MS exportou 1,4 milhão de toneladas e neste ano, em nove meses, já superou o ano anterior e registra 1,5 milhão de toneladas”.
O segundo porto exportador dos produtos sul-mato-grossenses é o de Paranaguá, que registra metade da movimentação de Santos. Corumbá está em terceiro, com a exportação de minério de ferro e manganês. Em 2009, foram US$ 122,5 milhões e em 2010 US$ 247 milhões até setembro. (VH)

Leia Também