Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

MUNDO

China proibe famílias de ter mais de um cachorro

9 MAR 2011Por EFE19h:00

A cidade de Xangai, com 23 milhões de habitantes, cerca de 6 mil arranha-céus e ruas que suportam a grande quantidade de tráfego e população de uma metrópole chinesa do século XXI, terá que aplicar uma "política de cachorro único".

Se em 1979 o Governo chinês teve que iniciar a sua "política de filho único" para evitar um crescimento demográfico insustentável, agora acontece algo parecido, quando a cidade de Xangai acaba de aprovar uma lei, chamada pela imprensa local de "cachorro único", que proibirá que os habitantes da metrópole possam ter mais de um cachorro registrado por unidade familiar recenseada, salvo os que já existissem anteriormente.

Leia Também