Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Chevrolet Spin chega a partir de R$ 44.590

28 JUN 12 - 13h:30autonews

A Chevrolet lançou oficialmente na manhã de hoje (28) sua mais nova minivan, a Spin. O modelo partirá de R$ 44.590 na versão manual de entrada LT com cinco lugares, e com sete lugares na versão LTZ a partir de R$ 50.990. A versão topo de linha, com câmbio automático, sai a partir de R$ 54.690. A Spin chega para substituir de uma só vez Meriva e Zafira que, segundo a GM, ainda não possuem data de despedida. No entanto, ambas devem deixar o mercado até o final do ano.

Com a mesma carroceria, o modelo pretende atacar rivais como os Nissan Livina e Grand Livina com espaço para cinco ou sete ocupantes. Sob o capô, a minivan da Chevrolet virá equipada com o velho motor 1.8 8V já conhecido, mas que agora ganhou melhorias no sistema de admissão de ar e escape e leva o nome Econo.Flex. Ele rende agora 108 cv de potência e até 17,1 kgfm a 3.200 rpm com etanol. O câmbio pode ser manual de 5 velocidades ou automático de 6 velocidades com trocas sequenciais, a mesma caixa de transmissão utilizada no sedã médio Cruze.

 Fabio Aro

Todas as versões da Spin virão equipadas com ar-condicionado, direção hidráulica, freios ABS, airbag duplo e trio elétrico. As rodas podem ser de ferro ou de liga, sempre aro 15 e com pneus 195/65. A dianteira é moderna e e tem faróis esticados que lembram os da picape S10. A lateral traz linhas muito semelhantes às do Cobalt, que começam no farol e na lanterna, terminando nas portas. O porte é mais para Zafira do que para a Meriva, enquanto a traseira causará divergências por privilegiar o espaço e não o visual.

Com 2,62 m de distância entre-eixos, a Spin ficou com espaço limitado nos bancos traseiros, embora a montadora alegue que seu foco é a versatilidade. Mesas do tipo avião? Esqueça, os bancos traseiros sequer possuem sistema de correr, tudo para evitar alto preço. Na terceira fileira de bancos, o modelo da Chevrolet leva a melhor comparado ao Nissan. O banco rebate por meio de uma alça na parte inferior do encosto, e o acesso é fácil. O espaço para a cabeça é excelente.

Chevrolet

Há 23 combinações de posicionamento dos bancos na versão de sete lugares, o que facilita o transporte de bagagens. Levar pequenos objetos também é simples, por conta dos 32 porta-trecos espalhados pela cabine. O porta-malas, de acordo com a GM, é o maior da categoria: 710 l na versão de cinco lugares, podendo chegar a 1.168 l com os bancos rebatidos. A sensação de espaço é boa na frente, mas há costuras falhas e falta uma simples lâmpada nos espelhos do quebra-sol. A posição de dirigir ficou mais alta, graças ao ponto H (localizado na junção entre o assento e o encosto dos bancos) erguido em 6 cm em relação ao Cobalt.

Chevrolet

A suspensão é a mesma do sedã, com calibragem específica do conjunto de amortecedores e molas. A Spin é firme e segura nas curvas, com pouca rolagem da carroceria. Nem mesmo a elevada posição de dirigir passa insegurança. Sofre apenas quem viaja no banco de trás. Como o assento fica praticamente em cima do eixo, os impactos são sentidos com maior intensidade. O volante regula apenas em altura, e a direção é leve e precisa.

O câmbio manual tem engates precisos e cai bem ao motor 1.8. O resultado é que, na pista de testes, o desempenho foi apenas razoável – o consumo ficará para um teste futuro, pois o carro não pôde sair do Campo de Provas da GM em nosso teste. A versão manual acelerou de 0 a 100 km/h em 11,8 s, com o motor girando a 3.500 rpm a 120 km/h em quinta marcha. A Spin compartilha ainda a moderna transmissão automática GF6 do Cruze. Essa foi a 100 km/h em 12,9 s. Na onda de sucesso do Cobalt, a GM espera emplacar 2.800 unidades da Spin por mês, número até conservador. Ela tem tudo para bater a meta, mas não empolga tanto com o sedã.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza
PRÉDIO RUIU

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Juiz extingue ação contra Alckmin por supostos desvios de R$ 3 bi do Fundeb

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião