Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

AUTOMOBILISMO

Chevrolet anuncia retorno à Fórmula Indy em 2012

12 NOV 2010Por DA REDAÇÃO19h:25

Na tarde desta sexta-feira, a General Motors anunciou em Indianápolis que voltará a competir na Fórmula Indy a partir do ano de 2012, quando a categoria terá um novo carro e os motores deixarão de serem aspirados.

A Chevrolet é uma das fábricas mais tradicionais que a Fórmula Indy já teve, pois competiu em diversos períodos na história do automobilismo norte-americano, sendo o maior deles entre os anos de 1979 e 1994. Em 2002 a montadora retornou a Indy e permaneceu até a temporada 2005.

O motor Chevrolet da Indy terá bloco e cabeçote em alumínio, sendo inteiramente integrado ao chassi, suportando a caixa de cambio e a suspensão traseira. Os detalhes técnicos e as especificações serão mostrados em breve pela montadora. Para 2012, a Indy especificou que os motores serão turbos de 2.4 litros V6.

A direção da categoria observa a entrada da Chevrolet com muito otimismo. "Estamos muito animados em ter uma concorrência de motores na Fórmula Indy a partir de 2012. A Chevrolet traz uma grande paixão por corridas, tecnologia, relevância e inovação, a qual se junta muito bem com a nova plataforma do nosso carro. Estamos empolgados com o futuro da categoria com a adição da Chevrolet, assim como a continuação da nossa fornecedora de longo tempo, a Honda", disse Randy Bernard, presidente da Fórmula Indy.

"Este é um momento muito emocionante e um dos maiores anúncios da história da Fórmula Indy. Estamos orgulhosos em receber de volta a Chevrolet como participante da série", disse Bryan Barnhart, presidente de competição e operações de corridas da categoria.

Para a montadora, a Indy é um excelente expor sua marca. "Nossa visão é desenhar, construir e vender os melhores veículos do mundo e o automobilismo é uma das melhores maneiras de mostrar o que podemos fazer. Voltar para a Indy nos ajudará a levar nossa tecnologia em motores para a área que for possível. E isso também proverá um treinamento para nossos engenheiros, que vão transferir a tecnologia das corridas para nossos produtos vendidos ao publico", disse Tom Stephens, vice-presidente da GM.

A Honda, fornecedora única de motores desde 2006, encara de maneira positiva a chegada da Chevrolet. "Queremos agarrar essa oportunidade de receber a Chevrolet de volta. Estamos orgulhosos das inúmeras conquistas da Honda durante o período em que ela foi nossa única fornecedora, incluindo as cinco últimas edições das 500 milhas de Indianápolis sem nenhuma falha de motor, temos repetidamente expressado nosso desejo por competição de motores na categoria, desde nossos primeiros dias como fornecedores únicos", disse Erik Berkman, presidente da direção de competições da Honda nos Estados Unidos.

A última vitória de um piloto com os propulsores da Chevrolet aconteceu em 11 de junho de 2005, no oval do Texas, com o sul-africano Tomas Scheckter competindo pela Panther Racing.
 

Leia Também