Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

LANÇAMENTO

Chery QQ deve sair por R$ 22.900

28 ABR 2011Por Paulo Cruz/Rio de Janeiro16h:57

Um dos mais esperados lançamentos do ano, o do Chery QQ (fala-se que-quê), aconteceu hoje, no Rio de Janeiro. O pequeno chinês vem com um interessante pacote de equipamentos como ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e retrovisores elétricos, alarme, rádio/CD/MP3 com entrada USB, feios ABS e duplo airbag, entre outros. O preço é mais do que convidativo: R$ 22.900. E não há opcionais, tudo já vem de fábrica. O que se pode escolher são as cores, que passam por tons vibrantes de verde e amarelo, além do tradicional preto e vermelho. O motor 1.1 litro rende 68 cv de potência, que só aceita gasolina – está previsto para o ano que vem um motor 1.0 flex -, empurra bem o carrinho no trânsito urbano, além de ser bastante econômico, com uma média que passa dos 10 km/l.

Os concorrentes nacionais, Fiat Mille Economy, Volkswagen Gol G4, Celta e Ka, só para citar alguns, custam mais em suas versões básicas e não oferecem nem de perto os equipamentos oferecidos no QQ.

No teste que fizemos pelas ruas cariocas, no entanto, as vantagens do novo chinesinho começam a perder força. Em movimento o barulho do motor invade a cabine sem cerimônias. As dimensões do carro, 3,55 metros de comprimento, 1,49 metro de largura, 1,48 metro de altura, fazem com que a carroceria se incline muito nas curvas, fator acentuado pela suspensão macia além da conta e pelas pequenas rodas aro 13. O acabamento também não é dos melhores e os encaixes das peças são imprecisos e mostram fragilidade. No porta-malas, apenas 190 litros para levar a bagagem.

A favor do QQ, o bom espaço interno para quatro adultos, embora a montadora insista em dizer que cinco viajam confortavelmente e a garantia de 3 anos.

A Chery espera vender este ano 12 mil unidades do QQ e aposta na expansão da rede de concessionários, hoje de 74 pontos e que deve chegar a 100 até dezembro. Também serão oferecidos diversos tipos de financiamento, com prazos de até 84 meses e consórcio. O público-alvo anunciado é a nova e poderosa Classe C, estimada em 90 milhões de brasileiros e que terão acesso a um carro 0km, bem equipado e fácil de pagar.

Fica a pergunta: será que o QQ vale mesmo o quanto custa?

Leia Também