Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

AMIANTO

Chery faz recall de 12 mil carros por substância cancerígena

29 AGO 2012Por terra13h:43

A Chery está convocando 12.462 proprietários brasileiros dos modelos Tiggo e Cielo para um recall devido a presença de pequena quantidade de amianto - substância que pode causar câncer se inalada - aplicada em componentes montados no motor. O recall vale para as versões hatch e sedan do Tiggo e do Cielo.

Segundo a montadora chinesa, a medida foi tomada primeiramente na Austrália, após ser descoberto que alguns veículos continham quantidades de amianto em juntas de vedações de motores. A Chery afirma que no Brasil, a substância é encontrada na junta do coletor de admissão e escape para o Tiggo e da junta do coletor de admissão para o Cielo.

A montadora afirma que "não há risco algum para a saúde dos consumidores, pois nesse caso específico não ocorre fricção", mas adverte aos proprietários que não tentem consertar por conta própria essas partes dos veículos. A empresa promoverá treinamento especial para os profissionais que executarão as trocas nas unidades, "que pressupões nível específico de proteção".

Amianto
O amianto é uma fibra mineral natural, mais fina que um fio de cabelo. É usado como isolante térmico e enfrenta restrições em uma série de países. No Brasil, o uso do produto em escala industrial vem sendo avaliado pelo Supremo Tribunal Federal.

Na construção civil, é associada ao cimento e aplicada como revestimento e isolante em coberturas, telhados e galpões. Cerca de 2 milhões de t de amianto do tipo crisotila são consumidas no mundo anualmente. No Brasil, a legislação permite o uso controlado apenas desse tipo de amianto, proibindo os demais.

Apesar dos efeitos positivos do amianto para a economia nacional - o Brasil é o terceiro maior exportador mundial do tipo crisotila -, os efeitos da exposição ao material são contestados por órgãos de saúde e por entidades ambientais. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um terço dos cânceres ocupacionais é causado pela inalação de fibras de amianto.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também