Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

SOB ÁGUA

Cheia marca novo ciclo de baixa na pecuária em MS

28 MAR 2011Por Carlos Henrique Braga00h:02

A cheia no Pantanal dará início, segundo fontes do setor agropecuário, a mais um ciclo de baixa oferta na pecuária sul-mato-grossense. Ele ocorre quando outro, provocado pela febre aftosa, em 2005, está no fim, diz o superintendente de Agricultura de Mato Grosso do Sul (SFA), Orlando Baez.

O motivo é o mesmo: falta de bezerros que, em dois ou três anos, irão abastecer o mercado frigorífico. Há seis anos, as fêmeas foram abatidas para minimizar perdas dos pecuaristas com a doença, que desestruturou a economia de MS. Agora, na "fábrica" de bezerros que é o Pantanal, o problema é a morte por afogamento e desnutrição, já que a vaca parida não engorda o suficiente para alimentar o filhote.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também