Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DRAMA

Cheia do Rio Taquari isola sete mil pessoas em Coxim

9 MAR 11 - 00h:04MARIA MATHEUS

O número de famílias desabrigadas ou desalojadas em Coxim pela cheia do Rio Taquari aumentou de 137 para 370 desde sexta-feira. O rio recuou cerca de 60 centímetros, mas ontem ainda estava quase três metros acima do normal, informou o coordenador de Defesa Civil do município, José Aluízio Müller. Aproximadamente 7 mil pessoas estão isoladas, sem acesso à cidade ou a comércios.

Devido às chuvas dos últimos dias, estradas vicinais foram danificadas, impossibilitando o transporte escolar. As aulas estão suspensas até segunda-feira.

Pelo menos três pontes foram destruídas. Dois bairros ficaram isolados - Piracema e Nova Coxim - devido à interdição da "ponte velha", que dá acesso ao município. "Vários bairros ribeirinhos também ficaram isolados porque o rio subiu muito e impede a passagem", disse Müller.

Camapuã

Em Camapuã, duas pontes foram destruídas. A ponte que ligava o município ao distrito de Ariado caiu, e agora, o acesso se dá somente por São Gabriel do Oeste. Doze famílias estão desabrigadas.

 Corguinho

Em Corguinho, o nível do Rio Aquidauana baixou e as três pontes que ficaram submersas e tiveram a cabeceira danificada foram consertadas. Duas famílias que tiveram suas residências invadidas pela água já voltaram para casa, segundo o cabo Natalício, da Polícia Militar.

São Gabriel do Oeste

A correnteza levou a ponte sobre o Rio Coxim, em São Gabriel do Oeste, por volta de meio-dia de domingo, informou o site Idest. O site postou um vídeo mostrando a rápida subida do rio e o momento em que a ponte, que liga o município à zona rural, foi arrancada.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MINAS GERAIS

Justiça determina que Vale suspenda atividades vinculadas a barragem em Nova Lima

BRASIL

Recluso, Temer estranhou movimento na porta de casa antes de ser preso

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta sexta-feira: "Opinião e coragem, nossa biografia"

ARTIGO

Evandro Ferreira de Viana Bandeira: "A irresponsabilidade do MP"

Advogado em Campo Grande (MS)

Mais Lidas