Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

LIDERANÇA

Chefes introvertidos são mais indicados para liderar proativos

5 JAN 2011Por INFOMONEY04h:20

Quem acredita que gestores carismáticos e extrovertidos são os melhores para liderar todos os tipos de profissionais está enganado. Um estudo realizado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, revela que os chefes introvertidos são os mais indicados para comandar pessoas proativas.

De acordo com a pesquisa, os líderes extrovertidos podem ser um risco para o desempenho de uma empresa, especialmente se os colaboradores também forem assim. Os dados indicam que estes chefes podem ficar muito ocupados ouvindo seus colaboradores ou interagindo com eles.

Já os gestores introvertidos escutam mais a opinião da equipe e processam melhor as ideias sugeridas. Entretanto, se eles liderarem uma equipe introvertida, o resultado pode ser negativo, já que novas sugestões não surgirão.

Metodologia
Para chegar a este resultado, foram encaminhados questionários para uma rede de pizzaria nos Estados Unidos. Os funcionários da rede tiveram de avaliar as características de 57 gerentes. Eles classificaram os gestores como “reservado”, "introvertido", "falador" e "ousado”.

Os pesquisadores compararam os resultados da pesquisa com a rentabilidade de cada estabelecimento durante sete semanas. Eles observaram altos lucros nas lojas onde os profissionais eram relativamente passivos, mas os gestores eram extrovertidos.

No caso contrário, quando o líder era introvertido e os profissionais proativos, os lucros das lojas também eram elevados. Já os lucros eram menores nas empresas em que a característica do chefe era a mesma dos funcionários.

Liderança
O levantamento indica ainda que os introvertidos, por não serem propensos à autopromoção, normalmente têm mais problemas do que seus colegas extrovertidos para subir na hierarquia corporativa. Isso ocorre porque as pessoas mais extrovertidas estão mais sujeitas a receberem promoção, já que chamam atenção para si mesmas. Além disso, elas se encaixam no estereótipo de grandes líderes.

“Muitas pessoas associam extroversão, com assertividade, ação e dominância, características que as pessoas acreditam que devem ter para serem líderes eficazes", afirma a professora da universidade e coordenadora do estudo, Francesca Gino.

Ela acrescenta ainda que as pessoas associam extroversão à liderança. Ela espera que mais empresas adotem políticas que beneficiem os profissionais introvertidos.

“Ao promover um ambiente de trabalho em que as pessoas se sentem livres para falar e serem proativas, a organização está criando o lugar certo para os líderes introvertidos serem bem-sucedidos”, finaliza.
 

Leia Também