Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

LIVROS

Cesta cultural completa dez anos

23 NOV 2010Por CRISTINA MEDEIROS00h:10

Quando, há dez anos, lançou o Projeto Cesta Básica da Cultura, o escritor e teatrólogo Américo Calheiros (presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) não imaginava que, dez anos depois, chegaria à marca de mais de 15 mil livros distribuídos a várias entidades. Amanhã, durante cerimônia às 19h, no Auditório Germano de Barros do Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, ele promove a décima edição do projeto, que desta vez conseguiu incluir 60 títulos em cada cesta.

“Sinto-me gratificado ao contribuir pela melhoria da consciência política e intelectual do meu Estado, do meu País. A leitura é preponderante para alterar o status quo, ela tira a pessoa do letargismo; a leitura é educação, é saber, é consciência”, expressa, ao falar sobre o simbolismo do projeto que alimenta há tanto tempo com a ajuda de autores. “Sozinho eu jamais conseguiria levar um projeto destes adiante, conto com a bondade do escritor”, enfatiza Calheiros.

Nesta décima edição, o projeto alcança o número de 15.350 livros distribuídos. Anualmente, Américo Calheiros entrega as cestas compostas por livros, em sua maioria de autores regionais, para enriquecer o acervo de variadas entidades, além de incentivar a formação de bibliotecas e entidades similares e reforçar as já existentes, divulgar o livro como fonte de conhecimento, enaltecer o trabalho do autor regional, além de fortalecer o gosto pela leitura.
“Para consolidar essa proposta, foram realizadas parcerias com o Governo do Estado, por meio de sua Fundação de Cultura, com a Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, editoras e escritores que atuam em MS”, explica. Neste ano, 60 entidades da Capital e do interior, que atuam na área educacional e sociocultural, serão contempladas.

Para o próximo ano, Américo Calheiros prepara o lançamento de um livro que reúne aproximadamente 600 citações e frases de efeito de sua autoria. “Este tipo de frase tem papel importante na vida do País e das pessoas; sempre acompanho livros sobre o assunto e acho que é o momento de publicar as minhas frases”.

Leia Também