ALIMENTAÇÃO

Cesta básica sobe em <br> 14 capitais brasileiras </br>

Cesta básica sobe em <br> 14 capitais brasileiras </br>
06/07/2012 11:18 - agência brasil


O preço dos itens da cesta básica subiu em 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em junho. O estudo divulgado ontem (5) aponta que as maiores altas foram no Rio de Janeiro (3,8%), em Porto Alegre (2,9%) e Curitiba (2,6%). Houve queda nos preços em Salvador (-6,6%), Recife (-3,5%) e Goiânia (-1%).

O aumento de junho foi puxado por itens como a batata, com reajuste entre 1,3%, em Goiânia, e 52%, em Porto Alegre. O óleo de soja que subiu em 15 cidades, com aumentos entre 0,35%, em Goiânia, 5,6%, em Manaus, e o tomate com alta em 13 capitais, os maiores aumentos foram no Rio de Janeiro (25%) e em Porto Alegre (21%).

No primeiro semestre, os maiores aumentos da cesta básica foram em João Pessoa (12,4%) e em Natal (10,3%). Enquanto Goiânia e Florianópolis tiveram queda, de 1,1% e 0,9% respectivamente. Em 12 meses, Florianópolis foi a única capital que não registrou aumento da cesta básica, na cidade o preço médio dos itens básicos caiu 2,37%. As maiores altas em um ano foram verificadas em João Pessoa (11,3%), em Manaus (9,3%) e em Aracaju (9%).

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".