segunda, 16 de julho de 2018

DILMA

Cerimônia de posse é definida por equipe

22 NOV 2010Por G116h:42

Uma reunião entre um grupo de trabalho do Itamaraty e integrantes da equipe de transição de governo definiu nesta segunda (22) os horários das atividades da cerimônia de posse da presidente eleita Dilma Rousseff no próximo dia 1º de janeiro.

O ato que marcará o início do mandato da presidente eleita será às 14h30, no Congresso Nacional. O horário foi escolhido para permitir a presença dos governadores eleitos, que serão empossados pela manhã em seus estados.

Criado em 12 de novembro, por meio de uma portaria, o grupo de trabalho do Itamaraty, composto por 13 pessoas, será responsável por coordenar os preparativos da posse. Nesta segunda, o grupo teve a primeira reunião com a equipe de transição.

De acordo com o Itamaraty, o primeiro evento do dia da posse será um cortejo em carro aberto. A bordo do Rolls Royce presidencial, Dilma sairá às 14h da Catedral de Brasília, em direção ao Congresso Nacional. Se chover, o deslocamento será em carro fechado. É no plenário do Congresso, na presença de deputados e senadores, que ela e o vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB), serão empossados.

O termo de posse é lido pelo primeiro-secretário da Mesa do Congresso, depois que Dilma e Temer fizerem, em voz alta, o juramento de “manter, defender e cumprir a Constituição Federal, observar leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

Em seguida, Dilma deve fazer o primeiro discurso como presidente da República. Por volta de 16h, ela volta a desfilar em carro aberto até o Palácio do Planalto. Será recebida às 16h30 na rampa da sede do governo pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que transmitirá a ela a faixa presidencial.

Com a faixa, a presidente receberá os cumprimentos dos chefes de Estado e autoridades presentes. Às 17h, Dilma discursará no parlatório, que fica na área externa do Planalto, voltado para a Praça dos Três Poderes.

Depois de se dirigir, pela primeira vez como presidente, diretamente ao povo brasileiro, ela entra na sede oficial do governo para dar posse aos ministros. Às 18h30, a presidente oferece um coquetel no Itamaraty para autoridades e missões estrangeiras enviadas especialmente para a posse.

Ainda não está definido o número de convidados para as cerimônias. Segundo o Itamaraty, o grupo de trabalho se reúne ao longo desta semana para definir os detalhes dos festejos com membros da equipe de transição.

O orçamento da posse vai depender do tamanho da "festa", o que será definido por Dilma. Os custos serão pagos por Itamaraty, Palácio do Planalto e Congresso Nacional.

Os chefes de Estado de outros países receberão convites por meio das embaixadas brasileiras. De acordo com o Itamaraty, um convidado certo é o presidente da França, Nicolas Sarkozy, aliado do governo no pleito do Brasil de ocupar uma cadeira permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas.
 

Leia Também