quinta, 19 de julho de 2018

TSE

Cerca de 1,5 milhão de eleitores podem ter título cancelado

9 FEV 2011Por FOLHAONLINE11h:34

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou nesta quarta-feira que 1.472.174 eleitores correm o risco de ter o título cancelado. São pessoas que não votaram nem justificaram a ausência nas últimas três eleições, sendo que primeiro e segundo turnos são considerados dois pleitos.

A partir da próxima semana, esses eleitores poderão regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. Deverão procurar os cartórios eleitorais entre 14 de fevereiro e 14 de março.

Hoje, os cartórios eleitorais começam a divulgar os eleitores que foram incluídos nessa lista. A pesquisa também poderá ser feita pelo site do TSE, clicando em "serviços ao eleitor" e, depois, em "situação eleitoral". Ele precisa informar o nome e a data de nascimento.

Em São Paulo, 350.816 eleitores podem perder o título, sendo 110.128 na capital.

Quem não regularizar a situação com a Justiça Eleitoral pode ser impedido de tirar passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.

A falta de justificativa também pode gerar dificuldades para inscrição e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

O TSE começará a cancelar os títulos no dia 2 de maio.
 

Leia Também