Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INCENTIVO

Centro de Equoterapia promove Paraolimpíadas de Hipismo

10 SET 12 - 14h:11DA REDAÇÃO

O Centro de Equoterapia da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul realiza hoje (10) a 5ª edição das Paraolimpíadas de Hipismo Adaptado.

Segundo a diretora do Centro de Equoterapia da PM, major Neidy Centurião, a paraolimpíada é parte da comemoração dos dez anos da instituição, completados no último dia 3. “A equoterapia é uma forma de realizar a inserção social dos portadores de necessidades especiais e deficientes, e com a paraolimpíada nossa intenção é buscar parcerias e conseguir que nossos praticantes participem das Paraolimpíadas de 2016”, acrescentou.

O Centro de Equoterapia da PM atende atualmente 105 portadores de necessidades especiais e deficientes carentes por semana. No Centro há uma equipe multidisciplinar que avalia o grau de dificuldade de cada praticante. “Temos convênio com a Secretaria de Estado de Educação (SED), Secretaria de Estado de Saúde (SES), Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) e com a Cassems, e isso ajuda e contribui para nossa infraestrutura e atendimento”, disse Neidy.

A abertura do evento será a partir da 16h com a participação de autoridades civis e militares. Farão parte das competições apenas os praticantes das atividades equoterápicas da entidade, que terão três modalidades de hipismo adaptado: baixa, média e alta complexidade, de acordo com a necessidade de cada um.

O Centro de Equoterapia está localizado na rua Hiroshima, s/nº, Parque dos Poderes, em Campo Grande. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

Beto Pereira: "Parceria público-privada: segurança jurídica e qualidade de serviços"

Advogado
OPINIÃO

Luiz Fernando Mirault Pinto: "

Físico e Administrador

Felpuda

AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião