Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 21 de outubro de 2018

Cene recorre à Justiça para continuar no Brasileiro

27 AGO 2010Por 18h:57
JAKSON PEREIRA

Eliminado nos critérios de desempate do Campeonato Brasileiro da Série D, o Cene entrou ontem com uma representação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra o primeiro colocado de seu grupo, o Madureira, por utilização de atleta irregular.
Segundo a assessoria jurídica do Furacão Amarelo, o time carioca escalou o atleta Wesley Dionísio Monteiro em três partidas, mesmo o nome do jogador não constando no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol.
O Cene usou como argumento o artigo 5º do regulamento, o qual diz que somente poderão participar do campeonato os atletas registrados na Delegacia Regional do Trabalho (DRT) e cujos nomes constem do Boletim Informativo Diário (BID) publicado pela Confederação Brasileira de Futebol até o último dia útil que anteceder à cada partida, o que, segundo os representantes do time sul-mato-grossense, não aconteceu.
Se punido, o Madureira perderá nove pontos (três por jogo em que o atleta foi utilizado) e com isso o Cene mantém-se na disputa da Série D.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também