Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DESRESPEITO

Cemitério tem túmulos violados e restos mortais desaparecem no RS

3 JAN 14 - 03h:00g1

Uma situação incomoda moradores do município e funcionários de um dos maiores cemitérios de Passo Fundo, na Região Norte do Rio Grande do Sul, há cerca de dois meses. No período, sepulturas foram violadas e até restos mortais desapareceram, além de materiais dos túmulos como mármore e esculturas.

O cercado que protege o terreno que tem mais de 10 mil sepulturas foi cortado no Cemitério Municipal da Petrópolis. Os moradores da cidade também reclamam que o número de vigilantes diminuiu. "É um mistério. Onde se viu fazer isso com as pessoas que já morreram?", questiona o motorista Lairson Camargo.

A Prefeitura de Passo Fundo diz que vai reforçar a segurança. "Temos que abraçar esse cemitério, esses túmulos abandonados e fazer uma restauração", acrescenta o coordenador de serviços gerais Nharam Vieira de Carvalho.

O funcionário do cemitério Edgar Pacheco admite que é complicado trabalhar no local, principalmente à noite. "De dia a gente está sempre aqui, esse vandalismo é feito de noite. A gente faz possível, os guardas também, só que a noite a guarita fica lá em cima, e o problema é aqui embaixo, então não tem como cuidar", conta.

O cemitério fica em uma área pouco movimentada no município e, segundo a administração, seria frequentado por usuários de drogas e vândalos. "A maioria das famílias não sabe o que está acontecendo. Quando vem ver o ente querido, acaba se deparando com essa situação", ressalta o aposentado Sérgio de Almeida.

Mesmo com medo, a cabeleireira Severiana Camargo não deixa de ir ao cemitério para tentar arrumar e preservar as sepulturas dos familiares. "É uma falta de respeito. Tem gente que não tem o que fazer e vem quebrar os túmulos. O cemitério está abandonado, praticamente", diz.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Índice de Confiança do Empresário Industrial fica estável pelo 3º mês

ECONOMIA

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

BRASIL

Governo libera orçamento de universidades federais

BRASIL

Bolsonaro sanciona lei com crédito suplementar para ministérios

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião